19 de set de 2017

Com o crescimento do PIB no segundo trimestre, Fundação Getúlio Vargas diz que a recessão chegou ao fim

GIRO ECONÔMICO

O crescimento de 0,6% do Produto Interno Bruto (PIB) no trimestre encerrado em julho, na comparação com o encerrado em abril, e outros dados calculados pela Fundação Getulio Vargas (FGV) mostram que a recessão econômica do país chegou ao fim. A avaliação é do coordenador do estudo, Claudio Considera. Segundo dados da pesquisa, a alta do PIB chegou a 1,1% na comparação com julho de 2016. “O Monitor do PIB mostra mais um mês na direção positiva. Eu destaco os desempenhos da agropecuária, da extrativa mineral e da própria indústria da transformação, que teve o primeiro resultado positivo desde março de 2014”, disse Considera. 

Por outro lado, há resultados negativos, como a queda de 4,5% na formação bruta de capital fixo, isto é, os investimentos, na comparação do trimestre encerrado em julho deste ano com o mesmo período do ano passado. A queda foi puxada principalmente pelo desempenho negativo da construção (-9,7%).

“Pelo lado da demanda, as famílias estão ainda endividadas, receosas de perder o emprego, para pegar um empréstimo [para compra de imóveis] e os estados e municípios, os contratantes das grandes obras, estão quebrados. Então, a construção ficará negativa por muito tempo”, afirma Considera.

Franchising - O Nordeste já é visto como uma das regiões mais promissoras para o crescimento do setor de franchising nos próximos anos. De acordo com recente levantamento da ABF, o mercado de franquias na Região Nordeste faturou cerca de R$ 9,6 bilhões no primeiro semestre deste ano, o que representa um crescimento de 10,5% em relação aos seis primeiros meses do ano passado. A região corresponde a 14% do faturamento do mercado nacional de franquias no período, que foi de R$ 68,888 bilhões.

Reforma - Embora considere a reforma tributária mais importante que a trabalhista e a previdenciária, o deputado Hildo Rocha, que preside a comissão que trata dessa questão, se assusta com a apatia da sociedade para os debates que estão sendo realizados e que em breve que deverão formatar a proposta a ser levada a plenária. Segundo o parlamentar, foram abertos canais no site da Câmara Federal para receber sugestões, mas até agora as contribuições enviadas são insignificantes.

Vagão Social - Nesta quarta-feira (20), a Vale inaugura um novo espaço no trem de passageiros da Estrada de Ferro Carajás (EFC). É o Vagão Social, um carro adaptado que levará à população atendimentos de saúde, cidadania, oficinas, palestras, lazer infantil-juvenil e uma série de atividades para diversos públicos.




Presidente da comissão que trata da reforma tributária na Câmara Federal, o deputado Hildo Rocha(C) em recente evento com Antônio Dino Neto e Rui Freitas (D) da Fundação Antônio Jorge Dino



Aplicativo
- Os aplicativos para o transporte privado de passageiros – como Uber, Cabify, EasyGo e WillGo – estão na pauta de uma audiência pública conjunta de quatro comissões do Senado nesta quarta-feira (20) - Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT); Assuntos Sociais (CAS); Assuntos Econômicos (CAE); e Serviços de Infraestrutura (CI) – com o objetivo da audiência é discutir dois projetos de lei do Senado e um da Câmara que regulamentam o transporte individual privado de passageiros. 

Empreendedores - A BRMalls, maior empresa de shoppings da América Latina, em parceria com a Endeavor, organização global de fomento ao empreendedorismo, inicia esta semana o programa BRMalls Partners, que tem como objetivo selecionar e apoiar empreendedores que estão transformando o varejo brasileiro. Nos meses de setembro e outubro, a empresa estará em busca de 15 varejistas com negócios de alto potencial de crescimento, que terão mentorias com a rede da Endeavor e acesso ao know how da BRMalls.

Nenhum comentário: