8 de set de 2017

Governo Federal dá início ao processo de privatização de 14 aeroportos que são administrados pela Infraero

GIRO ECONÔMICO

Com a publicação, semana passada, do edital de chamamento público para estudos de viabilidade, foi iniciado o processo para privatização de 14 aeroportos. Os projetos estão previstos no Programa de Parceria de Investimentos (PPI), do Projeto Crescer. O prazo final para elaboração e apresentação dos projetos, levantamentos, investigações e estudos técnicos será de 120 dias (quatro meses) – à exceção do aeroporto de Congonhas, em São Paulo (SP), que será de 90 dias contados da data da publicação do termo de autorização. 

Após esse prazo, uma comissão de seleção do Ministério dos Transportes avaliará os estudos para aprovação, ajustes ou melhorias. As empresas terão 30 dias para manifestar interesse. O edital de concessão está previsto para ser publicado no segundo trimestre de 2018. Os leilões, por sua vez, devem ser realizados no trimestre seguinte.

Os 14 aeroportos envolvidos nesse processo são os de Congonhas (SP), Recife (PE), Maceió (AL), Aracaju (SE), João Pessoa (PB), Campina Grande (PB), Juazeiro do Norte (CE), Vitória (ES), Macaé (RJ) e os terminais mato-grossenses de Várzea Grande, Rondonópolis, Sinop, Alta Floresta e Barra dos Garças.

Investigação - O senador Roberto Rocha (PSB) e os deputados Weverton Rocha (PDT) e Juscelino Filho (DEM) foram os primeiros maranhenses confirmados como membros titulares da comissão mista, criada pelo Congresso Nacional, para investigar as transações do Grupo J&F, controlador da JBS, com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Um dos primeiros chamados a depor, será o empresário Joesley Batista, que se considera “a joia da coroa” depois de ter gravado várias autoridades.

Itaqui - Na visita ao complexo portuário de São Luís, terça-feira (05), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que o Itaqui tem capacidade para três vezes mais de sua estrutura atual, o que faria dele a principal porta de saída para exterior da produção de boa parte do Nordeste, Norte e Centro-Oeste, já que está interligado por três ferrovias. De tanto falar bem, o petista foi investido pelo governador Flávio Dino num cargo honorário, o de embaixador para defendê-lo nacional e internacionalmente. 

Feriadão - Péssimo para o comércio, bom para o turismo e excelente para o serviço público, começa nesta quinta-feira um feriadão de quatro dias em São Luís, onde são dois dias úteis – Independência (07) e aniversário da cidade (08) - reservados para feriados.


Os deputados André Fufuca (presidente em exercício da Câmara) e Shéridan comemoram a aprovação do texto-base da reforma política, que ela apresentou e que tem como principal modificação o fim das coligações partidárias



Furlan - O empresário Alexandre Furlan, que é presidente do Conselho de Relações do Trabalho da Confederação Nacional da Indústria (CNI), profere dia 12, na Federação das Indústrias do Maranhão (Fiema), palestra sobre a Modernização Trabalhista. Furlan é também vice-presidente da Organização Internacional dos Empregadores – OIE para a América Latina. Graduado em Direito e Administração de Empresas, foi representante da CNI na Organização Internacional do Trabalho – OIT.

Indústria - No mês de julho, a produção industrial aumentou 0,8% na comparação com junho, no melhor resultado para o mês desde 2014, quando a taxa foi de 1,3%. Em relação ao mesmo mês do ano passado, a taxa da produção industrial avançou 2,5%, a melhor variação nessa base de comparação em quatro anos. Os dados foram divulgados terça-feira (05) pelo Instituto Brasileiro Geografia e Estatística (IBGE). Com este quarto crescimento consecutivo, a produção industrial acumula alta de 0,8% neste ano.

Nenhum comentário: