8 de set de 2017

Lula inicia Caravana Nordeste como futuro presidente e encerra como "embaixador de porto", mas talvez nem isso

Lula bate tambor para viabilizar sua candidatura a presidente da República
O ex-presidente Lula não tem muito o que comemorar com sua caravana pelos estados nordestinos, que realizou de 17 de agosto a 05 de setembro. Quando começou em Salvador (BA) esta aventura, que teve todas as característica de uma campanha eleitoral antecipada, mas que ele e seus aliados juram que não, o petista foi saudado como futuro presidente da República, apesar de poucos terem certeza se terá condições de disputar a eleição, já que pode ser condenado antes das convenções partidárias.

O semblante de Lula, se confrontando com a alegria de Dino, era a senha de
que já sabia de que a Caravana não teve em São Luís o desfecho pretendido
Em São Luís, onde já chegou cansado, a ponto de cancelar parte de sua agenda, Lula esperava, pelo aparato estatal montava para recepcioná-lo, encerrar em alto estilo sua peregrinação, porém na terça-feira (05), último dia da programação, já havia sido avisado pelos advogados que no dia seguinte poderia receber uma notícia nada agradável, pois seu ex-ministro da Fazenda Antônio Palocci iria dar um depoimento ao juiz Sérgio Moro capaz de desmoronar todo seu projeto político, o que de fato ocorreu com a revelação dos detalhes sobre o "pacto de sangue" firmado com a Odebrecht, segundo o "Italiano" das planilhas de proprineiros abastecidos por Marcelo Odebrecht.

Lula, dizem seus assessores, também não gostou de encerrar essa caravana com um cargo de menor expressão daquele que tanto ambiciona, mas o que está reservado para ele, segundo promessa do governador Flávio Dino, é a função de "embaixador do Itaqui", para que possa representar o porto nacional e internacionalmente. Pensando bem, Lula poderia até sair lucrando com esta nomeação, pois, ao que parece, ele estar em lugar bem pior quando a campanha começar.

Um comentário:

Unknown disse...

Lula tem que passar o bastão para Dr. Flávio Dino ele é o novo na política brasileira. O melhor preparado para ser presidente do Brasil.
O que o italiano falou lá o que o turco fala aqui é só dá pérolas aos porcos.