23 de set de 2017

Maranhão volta a registrar saldo positivo na geração de empregos, segundo Caged, mas há déficit acumulado

GIRO ECONÔMICO

No mês de agosto, segundo números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), foram admitidos no Maranhão 13.181 trabalhadores e 11.447 foram demitidos, o que gerou um saldo positivo de 1.734 empregos preservados. Com este resultado do mês passado, o Maranhão passou a registrar saldo positivo também no acumulado dos oito meses deste ano de 313 empregos preservados, pois, de janeiro a agosto, foram 98.694 admissões contra 98.381 demissões, porém no acumulado dos 12 meses há um déficit de 8.007 empregos perdidos, resultado de 144.797 admissões e 152.804 demissões. 

Veja o resultado por setor econômico: Extrativa Mineral - 1, Indústria de Transformação – 494, Serviços Industriais de Utilidade Pública (SIUP) – 56, Construção Civil – 759, Comércio – 174, Serviços – 484, Administração Pública – 26, Agropecuária -208.

O bom desempenho no estado deve-se também à criação de 831 novos postos de trabalho na capital maranhense. Foram 6.533 admissões e 5.702 desligamentos em São Luís.

Riachuelo - Por ter acreditado num dos programas do governo federal para estimular o desenvolvimento social e econômico do semiárido nordestino, o Pró Sertão, o Grupo Riachuelo vai pagar um preço muito alto, pois o Ministério Público do Trabalho resolveu responsabilizá-lo pelos problemas trabalhistas das empresas terceirizadas para fornecer vestuário à sua indústria Guararapes, e cobra uma indenização superior a R$ 34 milhões, e com isto a empresa resolveu deixar de lado sua partição no projeto.

Hotelaria - Apenas 23 estabelecimentos de hotelaria aparecem em situação regular em São Luís registrados no Cadastro de Turismo (Cadastur), divulgado nesta quinta-feira (21) pelo Ministério do Turismo (MTur). De acordo com os dados, 31.3 mil estabelecimentos de hospedagem funcionam no Brasil, porém muitos ainda estão na ilegalidade por não estarem registrados no Cadastur. Segundo a Pasta, apenas 8.154 meios de hospedagem estão com o cadastro regular, o que equivale a 26% dos estabelecimentos em funcionamento. 

Negociação - As empresas do Maranhão, assim como de outros estados do Nordeste, que firmaram contratos com fundos constitucionais de financiamento regional, como o FNE, por exemplo, desde 1989, e ainda não quitaram as dívidas, poderão ter uma facilidade para se livrar dessas contas, o que depende da aprovação do projeto 5992/16. 





Na solenidade de posse do novo juiz do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA), Itaércio Paulino, a Assembleia Legislativa foi representada pelo deputado Roberto Costa (E)



Azul - A Azul Cargo Express, unidade de cargas da Azul, inaugurou, na Avenida Ana Jansen, no São Francisco, a sua segunda loja em São Luís. A marca é conhecida nacionalmente por conferir rapidez e qualidade nos serviços de envio e recebimento de encomendas e cargas em geral de e para diversas regiões do Brasil e também do exterior, utilizando a ampla malha de voos da Azul Linhas Aéreas. Com a nova unidade, a rede da Azul Cargo Express passa a somar 173 estabelecimentos no Brasil.

Americanas - A Lojas Americanas inaugurou mais uma unidade na cidade de Timon. A loja tem modelo tradicional e sortimento de 60 mil itens de diversas categorias. Com essa unidade, a rede passa a contar com 22 lojas no estado. A inauguração faz parte do plano de expansão lançado em 2014, que prevê a abertura de 800 novas lojas até 2019 e investimentos de R$ 4 bilhões em todo o país. A Lojas Americanas foi fundada em 1929 e está presente em todos os estados do país, com mais de 1.150 lojas.

Nenhum comentário: