18 de set de 2017

OAB Nacional anula decisão dos conselheiros estaduais que reprovaram contas do ex-presidente Mário Macieira

Thiago Diaz contratou auditoria para apontar erros nas contas de Mário Macieira,
mas Conselho Federal da Ordem anulou a decisão da secional maranhense
Menos de um mês do desgaste sofrido pelo rompimento do seu vice, Pedro Augusto Alencar, que foi destituído da Comissão de Prerrogativas dos Advogados, por haver levantado uma série de suspeições de irregularidades que estariam sendo praticados pela sua diretoria, a seccional maranhense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MA) volta ao noticiário com fatos negativos contra seus dirigentes e conselheiros. É que o Conselho Federal da instituição desfez uma decisão de julho de 2016, quando o colegiado local, numa decisão polêmica, até hoje mal explicada, decidiu reprovar as contas do ex-presidente Mário Macieira referentes ao exercício de 2015.

Para embasar a decisão dos conselheiros que já estariam previamente orientados a rejeitar o balanço, o presidente Thiago Diaz contratou uma auditoria externa para levantar uma série de suspeições sobre a contabilidade da ex-diretoria, fato este até hoje interpretado como um simples ato de vingança política. Foram 17 votos pela reprovação das contas de Macieira contra nove. O caso ganhou repercussão que serviu mais para expor negativamente o nome da instituição do que enobrecer os novos dirigentes.

Nesta segunda-feira (18), em sessão extraordinária, a Terceira Câmara do Conselho da Ordem Nacional decidiu que não havia nada de errado com as contas da ex-diretoria, fato que vem servindo de combustível para aquecer mais ainda o debate em torno da eleição do próximo ano, quando o atual presidente vai colocar seu nome à disposição dos advogados para um novo mandato ou então concorrer a conselheiro federal. 

Pelas redes sociais, Mário Macieira e seus ex-colegas de diretoria comemoraram o entendimento do Conselho Federal, pois serviu de atestado para mostrar que não havia razões para a reprovação de suas contas. Thiago Diaz, enquanto isso, terá nos próximos dias mais uma tarefa de aparador de arestas para se dedicar..

Nenhum comentário: