24 de set de 2017

Televisão ainda é o veículo preferido dos brasileiros para buscar informação, segundo dados da pesquisa CNT/MDA

A pesquisa do instituto MDA encomendada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), em que foi medida a popularidade do presidente Michel Temer e traçou o cenário da eleição presidencial, quis saber também como o brasileiro se atualiza. De acordo com os números, a televisão ainda é o principal meio de informação (51,8%), seguida pela internet (39,4%) e pelo jornal impresso (3,4%).

A maior parte (40,6%) dos entrevistados afirma que não compartilha notícias na internet. Entre os que compartilham, 33,1% dizem evitar a divulgação de notícias que não são verdadeiras e 16,8% dizem que nem sempre se preocupam com a veracidade da informação compartilhada; 5,9% afirmam que, se for do seu interesse, compartilham a informação sem checar.

Dos entrevistados, 54,0% dizem não saber que há uma reforma política tramitando no Congresso Nacional. Com relação ao modelo eleitoral, 74,0% afirmam preferir que os candidatos sejam eleitos pelos votos obtidos diretamente; 3,7% acham que os candidatos devem ser eleitos pela soma dos votos do partido e 15,4% por uma combinação das duas formas.

Sobre a operação Lava Jato, 79,9% dizem que estão acompanhando, enquanto 20,1% não estão acompanhando. 78,5% afirmam que aprovam a Lava Jato na investigação de casos de corrupção envolvendo políticos e empresários. 9,3% a desaprovam e 7,7% não a aprovam e nem a desaprovam.
Para 54,0%, a Operação Lava Jato está beneficiando o Brasil. 24,0% avaliam que ela não está beneficiando nem prejudicando; e 15,9% acham que ela está prejudicando o país.

Nenhum comentário: