5 de set de 2017

Trânsito muito confuso em São Luís nesta terça-feira com isolamento de praça para ex-presidente Lula e ocupação de avenidas por estudantes e movimentos comunitários

A terça-feira (05), Dia da Raça, começou muito complicada para o trânsito em São Luís. Não bastasse o Governo do Estado e a Prefeitura Municipal terem isolado a Avenida Pedro II, onde o ex-presidente Lula fará comício no final da tarde, moradores da Vila Luisão e alunos do Colégio Batista resolveram fechar outras vias deixando o tráfego de veículos muito prejudicado.

Na Avenida Pedro II, desde às 06h, só podem entrar carros credenciados, isto porque o governador Flávio Dino resolveu fazer uma recepção ao ex-presidente Lula em frente ao Palácio dos Leões, e para evitar a presença de indesejados, a área vai ficar isolada o dia inteiro, prejudicando assim quem precisa ir ao Tribunal de Justiça, a bancos (Amazônia e Brasil), à Associação Comercial, a hotéis e até mesmo à Igreja da Sé, pois por Lula vale sacrificar a população.

Já que o poder público pode isolar uma via para dar segurança a um ex-presidente em campanha eleitoral fora de época, então os estudantes do Colégio Batista foram convocados para fazer um desfile pela Avenida São Marçal, tumultuando o trânsito num dos bairros mais movimentados da cidade, o João Paulo.

E se as autoridades e estudantes podem, por que o povo da periferia não pode? E foi assim que moradores da Vila Luisão, inconformados com o fim de uma linha de ônibus que fazia a ligação do bairro à Cohama, resolveram fechar a Avenida dos Holandeses, principal via de ligação de São Luís com os municípios de Raposa, Paço do Lumiar e São José de Ribamar.

Nenhum comentário: