17 de out de 2017

Senadores maranhenses votam fechados pela anulação da medida do Supremo que afastou Aécio Neves do cargo

Os três senadores pelo Maranhão - Edison Lobão (PMDB), João Alberto (PMDB) e Roberto Rocha (PSDB) - votaram fechados, na tarde desta terça-feira (17), para o Senador anular a decisão da 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal, que afastou Aécio Neves (PSDB-MG) de suas funções, proibiu sair de casa à noite, confiscou seu passaporte e o impediu de entrar em contatos com pessoas que estariam arroladas nas mesmas denúncias sobre recebimento de propina do empresários Joesley Batista, da JBS, dentre elas a irmã Andrea.

Dos três maranhenses, Roberto Rocha foi o único a subir à tribuna para fazer a defesa, não de Aécio, mas da Constituição, como justificou, já que esta prevê que parlamentar só pode ser preso em flagrante delito ou prática de crime inafiançável.

Segundo Roberto, Aécio responderá pelos seus crimes, se os cometeu, quando o inquérito for aberto, mas não cabe ao Supremo suspendê-lo e não deveria o Senado referendar essa decisão. Leia reportagem completa em Maranhão Hoje.

Nenhum comentário: