15 de nov de 2017

Economia brasileira mostra que está se recuperando, mas lentamente, diz o Relatório de Acompanhamento Fiscal

GIRO ECONÔMICO
A economia brasileira apresenta crescimento lento, os estados estão reduzindo investimentos para tentar melhorar o resultado das contas e o Orçamento de 2018 eleva despesas e provoca aumento do déficit. Essas são algumas das conclusões do Relatório de Acompanhamento Fiscal (RAF), publicado segunda-feira (13) pela Instituição Fiscal Independente (IFI), órgão vinculado ao Senado. O produto interno bruto (PIB) cresceu 1% no primeiro trimestre e 0,2% nos três meses seguintes. 

De acordo com a décima edição do RAF, os números são “indícios iniciais de recuperação lenta após longo ciclo recessivo”. Segundo a IFI, as primeiras informações sobre último trimestre “são positivas e reforçam a perspectiva de melhora da atividade”. O documento destaca ainda a desaceleração do desemprego. Após alcançar -3,5% entre janeiro e junho, a retração caminha próxima de -2,5% a partir de julho.

De acordo com o RAF, a massa salarial avançou 3,9% no terceiro trimestre em relação ao mesmo período do ano anterior. A IFI projeta inflação de 4,3% em 2018.

Turismo - O Ministério do Turismo também está contemplado no Programa Agora, é Avançar, lançado na última quinta-feira (09) pelo presidente da República, Michel Temer, e vai investir R$ 736, milhões em 22 obras de infraestrutura até o próximo ano visando assim a criar melhores condições para atender os turistas. São obras de construção e reforma de centros de convenções, pavimentação de espaços destinos à exploração turística etc, mas para São Luís o que está previsto é um novo investimento em sinalização.

Contadores - O mal que a política faz: a Universidade Dom Bosco resolveu fazer promoção num curso de especialização em Contabilidade, baixando de R$ 480 para R$ 360 a mensalidade, desde que sejam formadas turmas de pelo menos 25 alunos. Pelo fato de um dos professores do curso ser candidato ao Conselho Regional de Contabilidade (CRC) pela Chapa 2, os adversários, membros da diretoria atual, foram pedir cancelamento da promoção. Para sorte dos contadores, a UNDB não cedeu à pressão.

Reforma - As principais mudanças nas leis trabalhistas, que entraram em vigor no último sábado (11), vão ser analisadas na sessão plenária desta quarta-feira (15) na Associação Comercial do Maranhão, que começa às 19h.





Na assinatura de autorização do deslocamento da Carreta do Senac para São Luiz Gonzaga, Socorro Fernandes, Francisco Pedreira Júnior, José Arteiro da Silva, o diretor regional do Senac, José Ahirton Lopes, e o conselheiro do Senac Manoel Barbosa



Senac - O Presidente do Sistema Federação do Comércio (Fecomércio), José Arteiro da Silva, autorizou nesta segunda-feira (13) o deslocamento da Carreta-Escola de Moda e Beleza do Senac para o município de São Luís Gonzaga, onde, numa parceria com a Prefeitura Municipal, vai oferecer cursos de cabeleireiro assistente, maquiador e manicure e pedicure. A assinatura contou com a presença do prefeito Francisco Pedreira Júnior e da secretaria municipal de Assistência Social, Socorro Fernandes.

Araçagi - O Ministério Público Federal é taxativo: não existe a menor possibilidade de os barraqueiros da praia do Araçagi reverterem a decisão judicial que determinou sua saída da faixa de areia, portanto se não o fizerem espontaneamente vão ser retirados à força. De acordo com o MPF, a praia é um espaço de lazer de todos e não pode ser usada para exploração comercial. A decisão judicial é de 1995 e neste período foram julgadas todos os recursos dos comerciantes, portanto a decisão está tomada.

Nenhum comentário: