10 de nov de 2017

"Partido é como um trem, enquanto uns saem outros embarcam", diz Sebastião Madeira sobre perda de tucanos

Considerado principal articulador do movimento que resultou na destituição do vice-governador Carlos Brandão da presidência da executiva estadual do PSDB, o ex-prefeito de Imperatriz Sebastião Madeira não demonstra estar muito preocupado com possíveis perdas de filiados, como especulam os que dizem haver mais prejuízos do que ganhos para a legenda o ingresso do senador Roberto Rocha, pré-candidato a governador e presidente da executiva provisória.

Segundo Madeira, pode ser que alguns filiados que trabalham diretamente com Brandão peçam para sair, mas até agora as lideranças que realmente contam ainda não se manifestaram sobre a mudança e ele garante que, com a possível saída do vice-governador, políticos de todos o Maranhão estão procurando o PSDB para pedir filiação. "Partido é como um trem. Em cada estação que para, uns desembarcam e outros embarcam, mas ele vai sempre cheio até o seu destino final", filosofa.

Madeira desdenha ainda dos que dizem preferir sair do PSDB a conviver com o novo comando. Para ele, o melhor caminho para quem quer os tucanos nos palanques de Lula e do governador Flávio Dino é o PT ou PCdoB.

Nenhum comentário: