28 de nov de 2017

Sinfa e Ministério Público firmam parceria para lançar campanha a favor do abate de animais com segurança

GIRO ECONÔMICO

O Ministério Público decidiu aderir à campanha contra o abate clandestino e os matadouros irregulares idealizada pelo Sindicato dos Fiscais Agropecuários da Aged (Sinfa), que deve envolver outros órgãos públicos e privados. Na última sexta-feira (24), os promotores Nacor Paulo Pereira dos Santos e Alessandra Alves e o presidente do Sinfa, Francisco Saraiva Júnior, estiveram reunidos para estabelecer as metas da campanha a ser deflagrada em 2018 a fim de alertar a população sobre os perigos à segurança alimentar e à saúde pública pelo consumo de gêneros de origem animal procedentes de abate em locais inapropriados. 

Uma das ações será proibição da emissão da Guia de Transporte Animal (GTA) para animais destinados a esses pontos e para estabelecimentos não cadastrados na rede regular (matadouros regularizados).

A campanha servirá também de estímulo a empresários interessados em instalar matadouros em cidades do interior, aos quais será mostrada a vantagem de manter um negócio regular tanto para o empreendedor quanto para o consumidor.

Jornaleiros - O Sindicato dos Jornaleiros do Maranhão está desenvolvendo a campanha Viva as Bancas, em defesa da manutenção desses estabelecimentos comerciais nas praças públicas de São Luís. O objetivo é sensibilizar o poder público (estadual e municipal) para que nas obras de requalificação de praças sejam mantidos esses pontos de vendas e lembra que vários já desapareceram, trazendo enormes prejuízos aos seus proprietários e aos veículos de comunicação impressa, além de ser um desestímulo à leitura.

Mineração - Nesta terça-feira (28) será votada no Senado a Medida Provisória (MP) 791/2017, que cria a Agência Nacional de Mineração (ANM), que já foi aprovada na Câmara dos Deputados e transformada no Projeto de Lei de Conversão (PLV) 37/2017, que expira nesta data, portanto, caso não seja aprovada, perderá eficácia. A ANM será nova integrante da administração pública federal indireta, vinculada ao Ministério de Minas e Energia em substituição ao Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM).

Sindipan - O presidente do Sindicato da Indústria de Panificação de São Luís (Sindipan), Pedro Robson Holanda da Costa, participou na Confederação Nacional da Indústria (CNI), em Brasília (DF), do 3° Intercâmbio de Lideranças Setoriais da Indústria da Panificação, que teve como objetivo a troca de experiências sobre gestão sindical.





O presidente do Sindicato de Panificação de São Luís (Sindipan), Pedro Robson Holanda (E), reunido com presidentes de sindicatos de outros estados brasileiros em evento na CNI em Brasília (DF)


Consumo - O levantamento realizado pela Federação do Comércio do Maranhão (Fecomércio) sobre intenção de consumo para o Natal, divulgado neste fim de semana, mostra que 15,8% dos entrevistados demonstram não ter nenhuma motivação para ir às compras, o que representa um recuo de 24,0% na comparação com o mesmo tipo de levantamento realizado no ano passado, quando um em cada quatro entrevistados afirmava que não iria fazer compras para as festas de Natal e Ano. 

Gasolina - Novo levantamento de preços concluído neste sábado (25) pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) confirma que o Maranhão, com preço médio de R$ 3,69 o litro, continua sendo o estado onde se pratica o menor preço da gasolina no Brasil. Quanto aos preços praticados nos seis municípios maranhenses pesquisados, Balsas tem o maior preço médio, R$ 4,05, enquanto em São Luís é praticado o menor, com um valor médio de R$ 3,59 o litro.


Nenhum comentário: