15 de dez de 2017

IBGE vai divulgar mensalmente os índicadores sobre a inflação do Maranhão a partir do próximo ano


Resultado de imagem para recenseador
GIRO ECONÔMICO

A partir do próximo ano, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) vai divulgar os índices da inflação no Maranhão de forma mensal. Serão repassados os números referentes ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) e ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), taxas que medem os índices da inflação no estado. 

A previsão é que nos meses de março e abril de 2018 sejam feitas as primeiras coletas dos dados em campo para que em maio aconteça a primeira divulgação dos índices de inflação no estado. A partir de então, essa divulgação passa a ser mensalmente. Além do Maranhão, também terão seus índices divulgados pelo IBGE os estados do Acre e Sergipe.

Atualmente, o instituto faz a divulgação das taxas de inflação referente às regiões metropolitanas de Belém (PA), Fortaleza (CE), Recife (PE), Salvador (BA), Belo Horizonte (MG), Vitória (ES), Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), além do Distrito Federal e dos municípios de Goiânia (GO) e Campo Grande (MS).

Artesanato - O Centro Cultural Vale Maranhão, na Praia Grande, realiza, até 20 deste mês, o Mercado Curiá, bazar com o melhor do artesanato maranhense a preços atrativos, produzidas com diferentes técnicas e materiais, especialmente para o evento. O espaço Curiá oferece arte dos povos Canela e Guajajara (cestaria, colares e pulseiras), cerâmica de Rosário, redes de São Simão, peças de linho de Buriti de Tutóia, Barreirinhas e Paulino Neves, peças de tucum e peças dos artistas populares Hiorlando (Água Doce) e Mariane (Tutóia).

Produção - Pesquisa divulgada nesta quinta-feira (14) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostra que o Produto Interno de São Luís em 2015 era de 26,832 bilhões, o maior entre os municípios maranhenses, o 13º entre as capitais brasileiras e o 26º entre todos os municípios do país. De acordo com os dados, sete municípios - São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Brasília (DF), Belo Horizonte (MG), Curitiba (PR), Porto Alegre RS) e Manaus (AM) - concentravam cerca de 25,0% do PIB nacional.

Crea - Nesta sexta-feira (15) será realizada, em São Luís (Multicenter Sebrae) e 15 municípios onde há inspetoria do órgão, a eleição para presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Maranhão (Crea-MA), do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea) e da Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea.


O desembargador José Joaquim dos Anjos (E) toma posse nesta sexta-feira, às 10, na presidência do Tribunal de Justiça como sucessor de Cleones Cunha





Artigos - O Banco do Nordeste recebe até 31 de dezembro colaborações de artigos científicos para serem publicados na sexta edição de sua Revista Jurídica, periódico semestral que divulga produções inéditas de profissionais e acadêmicos do Direito e áreas afins, com foco prioritário nas temáticas concernentes a empresas estatais. As contribuições, de até 30 páginas, devem ser encaminhadas para o e-mail revistajuridica@bnb.gov.br. Maiores informações estão disponíveis em www.bnb.gov.br/revistajuridica

Exportação - Entre janeiro e outubro, 64 empresas no Maranhão receberam apoio da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), vinculada ao Ministério das Relações Exteriores (MRE). Segundo o levantamento, essas empresas exportaram cerca de US$ 257,7 milhões, o que representa mais de 10,3% das participação do estado no período, que chegou a US$ 2,487 bilhões. No mesmo período, o Maranhão importou US$ 2.207 bilhões, ou seja, gerou um saldo positivo de US$ 279 milhões.

Nenhum comentário: