15 de dez de 2017

"Quero ser o senador de Lula no Maranhão", diz Edison Lobão ao admitir uma possível aproximação do PT e PMDB

"Quero ser novamente o senador do Lula no Maranhão", disse o senador Edison Lobão (PMDB), nesta sexta-feira (15), ao admitir a possibilidade de seu partido novamente reeditar uma dobradinha com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2018, a exemplo do que ocorreu nas eleições de 2002, 2006, 2010 e 2014. Lobão, que foi ministro de Minas e Energia nos governo de Lula e Dilma Rousseff, diz que ele e o ex-presidente conversam todas as semanas, portanto há uma aproximação e uma relação de amizade muito grande entre ambos, bem como o ex-presidente José Sarney e a ex-governadora Roseana Sarney.

Segundo Lobão, a aproximação dos peemedebistas do Maranhão com o PT ocorreu antes da eleição de 2002, quando Lula se elegeu pela primeira vez e de lá para cá esta relação vem se estreitando cada vez mais.

A declaração foi dada no almoço oferecido pelo senador João Alberto, presidente estadual do PMDB, nesta sexta-feira, em sua residência no Calhau. Edison Lobão adiantou que o seu partido ainda não deliberou sobre como ficarão as alianças nos estados, o que deve ocorrer somente em março, mas desde já antecipa o desejo de apoiar e ser apoiado por Lula.

Edison Lobão disse também que espera, a partir de 2018, uma melhora nos índices de popularidade do presidente Michel Temer, que é do seu partido, pois os indicadores econômicos e sociais estão se recuperando e a população certamente vai refletir sobre os esforços do governo para melhorar o país. Leia reportagem em Maranhão Hoje.

Nenhum comentário: