26 de dez de 2017

TV Mirante ficou com 19% da verba publicitária do governo em 2017, diz Flávio Dino à Folha de São Paulo

Na entrevista concedida à Folha de São Paulo publicada nesta terça-feira (26), o governador Flávio Dino (PCdoB) revela que este ano o Governo do Estado destinou 19% de sua verba publicitária para a TV Mirante, emissora pertencente à família da ex-governadora Roseana Sarney (MDB).

Indagado pela jornalista Thaís Milenko sobre o que representa a volta de Roseana à disputa eleitoral em 2018, Flávio Dino descarrega: "Mostra muito um saudosismo do uso da máquina administrativa. Estão com síndrome de abstinência de recursos públicos, de luxos. O grupo empresarial deles depende de recursos públicos, que é um sistema de comunicação [Mirante] cujo maior anunciante era o próprio governo do Estado. Ela pagava ela mesma".

Diante da resposta de benefício à emissora dos Sarney, a repórter emenda: "O senhor anuncia na Mirante?". O governador responde: "Sim, mas bem menos [de 54% da verba publicitária em 2012, caiu para 19% em 2017].

De acordo com o orçamento do Estado para 2017, a Secretaria de Comunicação e Assuntos Políticos (Secap) foi contemplada com R$ 58,9 milhões, sendo que deste volume, R$ 23,5 milhões foram para "divulgação de ações governamentais". Fazendo-se a conta com base no percentual revelado pelo governador, verifica-se então que R$ 4,465 milhões foram somente para a TV Mirante, já que o governo não anuncia nas emissoras de rádio e no jornal (O Estado do Maranhão) do mesmo grupo. Isto significa dizer que sobraram R$ 19 milhões para serem fatiados entre os demais veículos (TV, rádio, jornais e revistas), além de blogs, sites, rádios comunitárias, que juntos somam mais de trinta. Leia reportagem em MARANHÃO HOJE.


Nenhum comentário: