5 de jan de 2018

Faturamento da Caixa Econômica Federal com as apostas de loterias superou os R$ 13,8 bilhões no ano passado

GIRO ECONÔMICO

A Caixa Econômica Federal registrou em 2017 a arrecadação de R$ 13,88 bilhões em apostas de suas loterias, o que representa um crescimento nominal de 8,14% em relação ao apurado em 2016. Dado o cenário macroeconômico de retomada gradual do crescimento da economia, o volume de apostas superou as expectativas do banco. 

Dentre as modalidades, a Mega-Sena continua como produto mais vendido, sendo responsável por 42% da arrecadação, seguida pela Lotofacil e Quina, responsáveis por 26% e 18% de participação, respectivamente. Mereceu destaque particular o grande sucesso da edição 2017 da Mega da Virada, que ofereceu o maior prêmio da história das loterias no Brasil e na América Latina.

Os R$ 306 milhões, dividido entre 17 apostas ganhadoras, a quantidade também é recorde para o concurso especial, que ainda registrou a maior arrecadação por concurso, de mais de R$ 890 milhões. Soma-se a esse resultado a Timemania, que apresentou um desempenho 71,8% maior que no ano de 2016.

Encomendas - A partir deste mês, a apresentação de nota fiscal nas postagens de encomendas passou a ser obrigatória. A medida visa a atender às exigências dos órgãos de fiscalização tributária, que determinam que o transporte de qualquer mercadoria sujeita à tributação deve ocorrer com documento fiscal. A exigência não é dos Correios, mas dos órgãos de fiscalização tributária, ou seja, a empresa está apenas cumprindo a legislação, que também se aplica a todos os demais transportadores do país. 

Minério - Nesta sexta-feira (05), na sede do Conselho Intermunicipal Multimodal (CIM), no Cohafuma, haverá reunião de prefeitos dos 23 municípios beneficiados com o repasse de 15% sobre exploração de recursos minerais, beneficiamento de minério de ferro, operações de embarque e desembarque ou onde se formam pilhas de estéril, barragem de rejeitos e instalações de beneficiamento de minério. Eles vão debater como serão os repasses dos R$ 46 milhões previstos na emenda do senador Roberto Rocha (PSDB).

Ministra - A nomeação da deputada Cristiane Brasil para o cargo de ministra do Trabalho, cargo que chegou a ser reservado para o deputado federal Pedro Fernandes (PTB-MA), foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (04). A escolha foi feita após reunião entre o presidente Michel Temer e o presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, pai de Cristiane. A data da posse não foi divulgada.









Na confraternização de fim ano dos (pe)emedebistas maranhenses, o senador João Alberto com o empresário Ilson Mateus Filho e o vice-prefeito de Caxias, Paulo Marinho Filho



Financiamentos - As operações no mercado de crédito de veículos continuam registrando bons resultados. Em novembro, os bancos de montadoras e as instituições independentes liberaram R$ 9,4 bilhões, o melhor resultado do ano. Com isso, o montante liberado pelo sistema financeiro soma R$ 89,4 bilhões, o que representa alta de 24% em 12 meses. De acordo com o boletim da Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras (Anef), o volume ultrapassou o total atingido em 2016, que foi de R$ 80,2 bilhões.

Aplicativo - A Didi Chuxing, a maior plataforma de transporte por aplicativo do mundo, adquiriu nesta quarta-feira (03) a 99, startup líder de transporte por aplicativo no Brasil, que está presente no Maranhão, desde outubro, operando nas cidades de São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa. Com uma transação deste porte no cenário tecnológico brasileiro, o acordo reforça a fase de crescimento da indústria de mobilidade e confirma o vasto potencial de inovação na região.

Nenhum comentário: