1 de jan de 2018

Mais de 20 milhões de empresas terão de aderir ao eSocial em 2018 para evitarem problemas com a Receita

GIRO ECONÔMICO

O ano de 2018 começa com uma obrigação importante a ser cumprida por 14 mil empresas, pois o calendário de implantação do eSocial mostra que este mês as 14 mil maiores empresas do País, que faturam R$ 78 milhões por ano ou mais, estarão obrigadas a utilizar o novo sistema. Já a partir de julho, todas as demais companhias serão impactadas, ou seja, 20 milhões de empresas, incluindo os microempreendedores individuais. Essas são as expectativas da Receita Federal, divulgadas nos últimos dias. 

Para não ter problemas com o Fisco, é bom que os empresários se preparem com antecedência para o atendimento da exigência, segundo Leonardo Gonçalves, diretor de Varejo e Canais da Certisign, Autoridade Certificadora líder na América Latina e especialista em Identificação Digital.

O eSocial, de acordo com o governo, simplifica o cumprimento das obrigações e substitui o envio de várias declarações, o que deve melhorar a qualidade das informações. O novo procedimento e o manual completo do eSocial estão em http://www.esocial.gov.br/.

Saúde - A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) regulamentou a contratação de plano de saúde coletivo por empresários individuais. Segundo resolução normativa da agência, o empresário deve comprovar sua condição, apresentando documentos que confirmem a inscrição nos órgãos competentes por no mínimo seis meses e sua regularidade cadastral na Receita Federal. A medida tem como objetivo coibir abusos relacionados a esse tipo de contratação, como a constituição de empresa só para este fim. 

Bancos - As agências bancárias voltam a funcionar nesta terça-feira (2), após quatro dias fechadas. As contas de consumo (água, luz, telefone e TV a cabo), bem como os carnês que venceram nas datas em que estiverem fechadas, poderão ser pagos sem a incidência de multa por atraso. Quem quiser antecipar os pagamentos para evitar filas indesejáveis, pode recorrer aos caixas eletrônicos, internet banking, mobile banking, banco por telefone e correspondentes, casas lotéricas, Correios, supermercados etc.

Novo ISS - Médicos,odontólogos, engenheiros, arquitetos e outros prestadores de serviços devem seguir os passos dos contadores e ingressar com ações na Justiça para quem também tenham seu ISS reduzido tal como foi dado para os advogados, que vão pagar menos de R$ 200, enquanto os outros R$ 700.



O contador João Conrado de Carvalho (fazendo o sinal de acelera) deverá ser eleito, nesta terça-feira (02), presidente do Conselho Regional de Contabilidade. No registro com seus colegas de chapa Rafael e Franklin Pacheco (D) em recente entrevista a Roberto Fernandes, da Mirante AM


Contadores - O Conselho Regional de Contabilidade (CRC-MA) reúne-se nesta terça-feira (02) à tarde para empossar os eleitos em novembro, e com isto terá 2/3 do colegiado renovados, e em seguida haverá eleição da diretoria executiva, que deve confirmar a escolha do contador João Conrado de Carvalho para a presidência. Ele encabeçou a Chapa 2 e pela tradição do órgão é mantido o mesmo princípio das eleições em países de sistema parlamentarista, onde o cabeça de chapa será o primeiro ministro.

Energia - Boa notícia para começar o ano: a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou nesta sexta-feira (29) que a bandeira tarifária das contas de luz no mês de janeiro será a verde, quando não há cobrança de taxa extra. Em outubro e novembro, em razão dos baixos níveis dos reservatórios das hidrelétricas e da escassez de chuvas, a bandeira tarifária adotada pela Aneel foi a vermelha patamar 2, a mais cara do sistema, com cobrança adicional de R$ 5 para cada 100 kWh (quilowatts-hora) consumidos.

Nenhum comentário: