29 de jan de 2018

Michel Temer adverte que Lula não está morto e lamenta a ausência do petista da eleição presidencial deste ano

O presidente Michel Temer (PMDB) analisou o cenário político das eleições deste ano e a presença ou ausência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Ele foi entrevistado com exclusividade pela Rádio Bandeirantes de São Paulo na manhã desta segunda-feira.

"Dizer que Lula 'está morto' politicamente, que não estará presente [no cenário político]... morto ele não está", declarou. Para Temer, a ausência do ex-presidente "tensiona o país". "Temos que distencionar as relações. O Brasil vive um tensionamento permanente. É brasileiro contra brasileiro".

Sobre a ausência do petista do pleito presidencial, Temer disse que "queria que Lula participasse da eleição para pacificar o país", afirmou.

O presidente admitiu que a proposta de reforma da Previdência pode sofrer novas alterações. Temer reconheceu que a economia gerada com o texto atual será menor do que a esperada, mas considerou ser melhor do que nada.

Michel Temer foi entrevistado pelos jornalistas Salomão Ésper, Pedro Campos e Rafael Colombo e também pelo cientista político Fernando Schüller na edição desta segunda-feira do “Jornal Gente”. Leia reportagem completa em Maranhão Hoje.

Nenhum comentário: