29 de jan de 2018

Na TV, Michel Temer diz que, apesar da baixo índice de popularidade, governo não vem enfrentando protestos

O presidente Michel Temer (MDB) decidiu abrir um canal mais direto com a população por meio de programas de televisão que têm apelo popular. Com isto, espera convencer parte dos brasileiros que ainda resistem em aceitar a necessidade da reforma da Previdência.

Michel Temer observou que, mesmo os institutos de pesquisa lhe dando baixa popularidade, o povo não está na rua, fazendo protestos contra o governo, o que mostra um reconhecimento da grande maioria da população de que o Brasil melhorou desde maio de 2016 quando assumiu a Presidência.

No sábado (27), ele foi entrevistado no programa de estreia de Amaury Júnior, na Rede Bandeirantes (foto); neste domingo (28), foi ao ar no programa de Sílvio Santos, no SBT a entrevista gravada há cerca de dez dias; e nesta segunda-feira (29) à noite deve reaparecer na tela do SBT, agora como entrevistado no programa do Ratinho.

Nessas oportunidades, o presidente tem apelado para a população compreender a necessidade da reforma e lembra o exemplo da Grécia, cuja economia foi consumida pelos gastos públicos, por falta de mexida no sistema previdenciário.

Nenhum comentário: