19 de jan de 2018

São Luís tem a quarta cesta básica mais cara do Nordeste, segundo estudo realizado pelo Etene, órgão do BNB

Apesar de ter registrado a segunda maior queda (-4,2%) em 2017, o preço da cesta básica em São Luís é o quarto mais alto entre as capitais nordestinas. Os dados são do Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (Etene) do Banco do Nordeste, que analisa dados do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Considerando as capitais do Nordeste, as maiores reduções em 2017 foram verificadas em Salvador (-5,6%), São Luis (-4,2%), João Pessoa (-3,6%) e Recife (-3,0%). Seguiram Aracaju (-2,6%), Maceió (-1,6%), Natal (-0,6%) e Fortaleza (-0,3%). Atualmente, a pesquisa não está sendo realizada em Teresina.

Em termos de valores monetários, Fortaleza (R$ 367,45), Maceió (R$ 349,40) e Aracaju (R$ 340,02) possuem as cestas mais caras da Região. Em seguida aparece São Luis (R$ 334,13), Recife (R$ 332,15) e Natal (R$ 331,18). João Pessoa (R$ 329,52) e Salvador (R$ 316,65) finalizaram 2017 com as cestas mais baratas do Nordeste.  Leia reportagem completa em Maranhão Hoje.

Nenhum comentário: