16 de fev de 2018

Pouco ligando para a liturgia do cargo, governador Flávio Dino faz uma provocação a Michel Temer ao parabenizar escola de samba que caricaturou presidente da República

O governador Flávio Dino (PCdoB), que não fez nenhuma menção à conquista do desfile do carnaval de São Paulo pela Acadêmicos de Tatuapé, que defendeu um enredo que tinha como tema o Maranhão, tampouco comemorou o resultado do desfile das escolas de samba de São Luís, que teve a Marambaia como campeã, resolveu fazer uma provocação nas redes sociais ao presidente da República, Michel Temer (MDB), que teria sido criticado pela Acadêmicos do Tuiuti, no desfile do Rio de Janeiro.

Numa foto em que aparece ladeado por dois deputados federais - Weverton Rocha (PDT), seu primeiro candidato ao Senado, e Rubens Júnior (PCdoB) - ele, pouco ligando para a liturgia do cargo que ocupa, posou para uma foto na qual segura uma faixa de aplausos à agremiação carnavalesca carioca, na qual lê-se também a frase "Fora, Temer". Não bastasse o mau gosto da mensagem, ela ainda tem um agravante: o agradecimento está no feminino

Os três, que certamente não gostam da exposição em manifestação anti-Lula do boneco Pixuleco, que é uma alusão à possível condição de presidiário do ex-presidente, não escondem a felicidade por essa irreverência dos carnavalescos da escola de samba, que no último carro alegórico colocou um vampiro com a faixa presidencial, que seria uma caricatura do Chefe da Nação.

Nenhum comentário: