6 de fev de 2018

Flávio Dino é traído pelas palavras e revela uma incerteza sobre reeleição: "quando eu passar o governo em 2019..."

Não há um dia no calendário do ano em que ele, aliados e, com mais fervor, simpatizantes nas redes sociais não propaguem a ideia de que a reeleição no Maranhão é tão certa quanto a previsão de que o Sol voltará brilhar depois da noite, mas Flávio Dino se traiu com as palavras e acabou revelando, num trecho do discurso proferido na abertura dos trabalhos na Assembleia Legislativa, nesta segunda-feira (05), uma incerteza se vai ou não realmente ter a oportunidade do segundo governo.

Pouca gente percebeu, mas o "escorregão" se deu quando Sua Excelência fazia exaltação de suas realizações no governo: 700 escolas dignas (entre reformadas e construídas), 900 viaturas da polícia, 22 restaurantes comunitários, 16 vivas, mais de 2 mil quilômetros de pavimentação pelo Mais Asfalto, R$ 2,6 milhões em investimentos, cozinhas comunitárias... e foi neste momento que ele se traiu ou o sexto sentido funcionou:

"Quando eu passar o governo em janeiro de 2019 deixarei em funcionamento no Maranhão 50 cozinhas comunitárias". É claro que ele quis dizer que esses números vão aparecer ao final do seu governo, mas, de qualquer forma, a eleição será daqui a oito meses. Leia reportagem sobre o tema em MARANHÃO HOJE.



Nenhum comentário: