18 de fev de 2018

PCdoB pode negar legenda a Luiz Pedro e outros filiados que pretendem disputar mandato de deputado federal, pois partido terá só dois candidatos, segundo Márcio Jerry

O jornalista Luiz Pedro (foto), que foi duas vezes deputado estadual, e milita no Partido Comunista do Brasil (PCdoB) desde quando o partido ainda estava na clandestinidade (apesar de ter trocado de legenda em algumas oportunidades) é um dos filiados que vêm trabalhando no sentido de viabilizar sua candidatura na eleição deste ano. Os planos de Luiz Pedro, que até janeiro era diretor adjunto de Comunicação Social da Assembleia Legislativa, são no sentido de se tornar deputado federal, mas ao que tudo indica os comunistas não vão lhe dar legenda.

Na entrevista concedida a O Imparcial neste domingo, o secretário de Comunicação e Assuntos Políticos, Márcio Jerry, que faz papel de articulador político do governador Flávio Dino, foi taxativo ao dizer que o PCdoB, que ele preside no Estado, terá apenas dois candidatos a deputado federal, certamente o próprio e Rubens Júnior, que já exerce esse cargo. Para deputado estadual, serão somente vinte comunistas. "Teremos cerca de 20 candidatos a estaduais e dois a federal", disse ele, que recentemente entrou em rota de colisão com o secretário de Segurança, Jefferson Portela, porque este também reivindica o direito de concorrer a uma cadeira na Câmara Federal.

Na entrevista, o secretário fala ainda sobre as denúncias de deputados aliados de que prefeitos estão sendo constrangidos a dar apoio político a secretários que serão candidatos a deputado se quiserem receber obras. Leia reportagem de Maranhão Hoje.


Nenhum comentário: