14 de fev de 2018

Uso de símbolo do Partido Comunista em seu desfile pode complicar para Marambaia do Samba, campeã do carnaval

Ainda comemorando o inédito título de campeã do desfile das escolas de samba de São Luís, a Marambaia tem alguns problemas com o que se preocupar e o principal deles é o uso em seu desfile da foice e do martelo, utilizados como símbolos dos partidos Comunista Brasileiro (PCB) e Comunista do Brasil (PCdoB). Partidos, políticos e até o Ministério Público podem questionar a agremiação carnavalesca sobre esta indevida propaganda partidária, num evento patrocinado com dinheiro público. Leia reportagem em Maranhão Hoje.

Segundo o advogado Carlos Sérgio Barros, que é uma das maiores autoridades em Direito Eleitoral, pode até não ter havido intenção de beneficiar alguém, mas é um crime o que foi feito pela Marambaia, que pode implicar, inclusive, a Prefeitura de São Luís, caso esta não tenha alertado as participantes do concurso sobre essas questão ou coibido a partir da identificação desse tipo de exposição de um símbolo partidário. Segundo ele, é de se perguntar: por que não estavam na fantasia os símbolos dos demais partidos?

A inserção da foice e do martelo na fantasia e nas camisas de diretores da escola de samba tinha como pretexto homenagear Haroldo Oliveira, o Haroldão, ex-presidente do diretório municipal do PCdoB, falecido em dezembro.

Ocorre que esta é o partido também do governador Flávio Dino e de deputados, que vão disputar a reeleição este ano, e parte das despesas com montagem da Passarela do Samba, além de divulgação na mídia de propaganda sobre o desfile envolve dinheiro púbico, e isto é motivo de questionamentos à escola, tanto no aspecto carnavalesco, pois não estava previsto em seu enredo (era sobre o Nordeste), pelas escolas derrotadas, quanto no aspecto eleitoral, por quem se sentiu prejudicado ou não concorda com uso de verba pública para promover uma corrente política.

Nenhum comentário: