2 de mar de 2018

Anulação de contratos da BRK com prefeituras de São José de Ribamar e Paço do Lumiar e suas consequências

GIRO ECONÔMICO

A anulação, pela Justiça, dos contratos da BRK Ambiental Maranhão com as prefeituras de São José de Ribamar e Paço do Lumiar, embora muito comemorada por alguns segmentos sociais e da política, pode trazer sérias consequências para cerca de 828 pessoas que trabalham para a empresa. A pergunta é: devolvidos à gestão pública os serviços de água e esgoto, os trabalhadores vão ser contratados pela estatal do setor (Caema) ou apenas engrossar as estatísticas negativas do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged)? 

A empresa, que atende cerca de 350 mil pessoas nos dois municípios, tem investimento estimado em R$ 60 milhões, até 2017, para criação de novas redes, interligações, limpeza e manutenção de poços e redes, construção e reestruturação de novos poços e reservatórios, e infraestrutura elétrica.

Para este ano, a previsão é que serão mais R$ 55 milhões investidos em serviços de água e em 2019 inicia-se o projeto de esgotamento sanitário com um investimento total de aproximadamente R$ 675 milhões. Leia reportagem em Maranhão Hoje.

Construção - A Sondagem Indústria da Construção do Maranhão divulgada, terça-feira (27), pela Federação das Indústrias (Fiema), indica que houve em janeiro deste ano uma queda de 2,6 pontos em relação a dezembro de 2017 nas atividades da construção civil, que fechou o mês com 36,7 pontos. Ainda que insatisfatória, a marca supera o índice de janeiro de 2017, indicando melhores perspectivas para o ano que se inicia. O indicador varia de 0 a 100. Abaixo de 50 indica queda; 50, estabilidade; e acima de 50, aumento. 

Moradias - A Secretária Nacional de Habitação, do Ministério das Cidades divulgou, quarta-feira (28), as portarias com as seleções de empreendimentos do Programa Minha Casa, Minha Vida Entidades Urbano (PNHU) e Rural (PNHR). As propostas selecionadas pelo PNHU devem atender famílias com renda mensal de até R$ 1,8 mil e pelo PNHU devem atender famílias com renda anual bruta de até R$ 17 mil. Para o Maranhão, foram aprovadas 717 unidades, sendo 50 para o município de Cajari, 95 para Cururupu e 582 para Santa Inês. 

Laboratório - O Laboratório Aberto, que será inaugurado pelo Senai, nesta sexta-feira (02), no Distrito Industrial de São Luís, conta com uma estrutura moderna, com ferramentas para criação e aprimoramento de ideias, construção de protótipos e modelos, planos de negócios, além de sala de manufaturas, promoção de capacitações e eventos de inovação. 





O presidente do Sistema Federação das Indústrias, Edilson Baldez, e o diretor do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Marco Moura, inauguram nesta sexta-feira (02), às 09h, na unidade do Senai do Distrito Industrial de São Luís, o Laboratório Aberto



Telefone - Apesar de uma diminuição em de 258 mil linhas em nível nacional, o Maranhão registrou em janeiro passado um aumento de 0,07% no número de linhas de telefones móveis, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (1º) pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). De acordo com os dados, em dezembro de 2017 havia um total de 5.525.288 de assinantes no estado e no primeiro mês deste ano esse número aumentou para 5.529.275, ou seja, 3.987 assinaturas a mais.

Indústria  - A produtividade no trabalho da indústria de transformação cresceu 1,3% no 4º trimestre de 2017 frente ao trimestre imediatamente anterior e fechou o ano com aumento de 4,5% em relação a 2016. Nos últimos dez anos, de 2007 a 2017, o indicador teve crescimento de 8,4%, segundo estudo de Produtividade na Indústria, divulgado quarta-feira (28), pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). A produtividade no trabalho é o resultado da divisão do volume produzido pelas horas trabalhadas na produção.

Nenhum comentário: