16 de mar de 2018

Empresas da China e do Brasil se unem para construir em São Luís um dos mais modernos portos privados do país

GIRO ECONÔMICO

Nesta sexta-feira (16), às 11h, foi lançada a pedra fundamental do Terminal de Uso Privado (TUP) da China Communications Construction Company (CCCC) e WPorto, a ser construído na área portuária de São Luís, mais precisamente no povoado Cajueiro. A primeira fase da obra está orçada em R$ 800 milhões e deve ser concluída dentro de quatro anos, com a geração estimada de 4 mil empregos diretos. 

 A capacidade de movimentação do novo terminal é de cerca de dez milhões de toneladas por ano – sendo sete milhões de soja e milho, 1,5 milhão de fertilizantes, 1,5 milhão de carga geral e 1, 8 mil metros cúbicos de derivados de petróleo. Batizado como Porto São Luís, a obra compreende uma área de 200 hectares onde serão construídos seis berços, sendo quatro na primeira fase de construção e dois na segunda, mais ponte de acesso, acesso rodoferroviário e pera ferroviária.

Uma comitiva de 65 altos executivos chineses estará em São Luís para a solenidade, entre eles, Sun Ziyu, membro do conselho e vice-presidente executivo da CCCC, maior empresa de infraestrutura da China e uma das cinco maiores do mundo. Leia reportagem em Maranhão Hoje.

Desempenho - O presidente do Banco do Nordeste, Romildo Carneiro Rolim, apresentou nesta quinta-feira (15), em Brasília (DF), os resultados da instituição em 2017 a deputados que fazem parte da bancada da Região na Câmara Federal. Em 2017, o BNB alcançou seu recorde histórico de aplicações totais, com R$ 26,4 bilhões, bem como em recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), com R$ 15,9 bilhões investidos na economia da Região. Para 2018, estão disponibilizados R$ 30 bilhões. 

Aproximação - O presidente da Federação das Indústrias, Edilson Baldez, visando a estreitar relações internacionais do empresariado local, participou de um almoço com a cônsul de Negócios do México, Paola Urena, em São Luís, e em Recife (PE), visitou o cônsul geral dos Estados Unidos, John Barret, e a cônsul para Assuntos Políticos e Econômicos, Catherine Griffith, para fazer um convite formal para a participação do consulado na edição Estados Unidos, do Maranhão for Bussiness. 

Vendas online - Mesmo com o cenário econômico pouco favorável, o setor de vendas online cresceu 12% em 2017, apontando que mesmo em clima de recessão econômica, o brasileiro está consumindo, e cada vez mais online, fato que pode estar ligado ao grande número de internautas no país, aproximadamente 116 milhões, ou 64% da população acima de 10 anos. 









Em almoço com a cônsul de Negócios do México, Paola Urena, o presidente da Federação das Indústrias, Edilson Baldez, debateu aproximação das empresas locais com as mexicanas




Agropecuária - A estimativa para o valor da produção agropecuária brasileira de 2018 está em R$ 515,9 bilhões, segundo projeção divulgada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. O total é 5,2% menor do que o registrado em 2017, consolidado em R$ 544,2 bilhões. No detalhamento por segmentos, o valor das lavouras deve fechar o ano em R$ 346,1 bilhões, 5,7% abaixo do desempenho do ano passado. Já a estimativa de VBP para a agropecuária é de R$ 169,8 bilhões, 4,1% menor do que em 2017. 

Telemarketing - O chamado telemarketing ativo — quanto a operadora liga para o cliente ou possível consumidor oferecendo serviços ou produtos — terá que obedecer a regras de horário e comportamento para não ser considerado abusivo. A medida é prevista em projeto aprovado pela Comissão de Transparência e Defesa do Consumidor do Senado nesta quarta-feira (14). A proposta, de autoria do senador Roberto Muniz (PP-BA), proíbe a realização de mais de três telefonemas para o mesmo consumidor no mesmo dia.

Nenhum comentário: