18 de mar de 2018

Relatório do senador Roberto Rocha sobre os trabalhos da CPI do BNDES será apresentado na próxima terça-feira

GIRO ECONÔMICO

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do BNDES do Senado deve votar na terça-feira (20) o relatório final apresentado pelo senador Roberto Rocha (PSDB-MA). No texto, ele sugere um projeto de lei que impõe limites aos bancos de desenvolvimento para aquisição de ativos no exterior. A reunião tem início às 14h30 na sala 19 da Ala Alexandre Costa.

De acordo com o projeto contido no relatório, lido na comissão no último dia 13, os bancos de desenvolvimento criados ou mantidos pela União terão limites para aquisição de ativos no exterior ou participação em empresa estrangeira. As instituições passarão também a contar com um novo mecanismo de crédito e serão obrigadas a seguir regras de transparência em suas operações.

A comissão ouviu representantes do BNDES, Tribunal de Contas da União (TCU), Banco Central e da Comissão de Valores Imobiliários (CVM), além dos empresários Eike Batista (EBX), Wesley e Joesley Batista (J&F). O artigo 58 da Constituição determina que as conclusões da CPI sejam encaminhadas ao Ministério Público. Leia reportagem em Maranhão Hoje.

Milho - A produção de milho no Maranhão quase que triplicou no período de dez anos, segundo estudo divulgado neste fim de semana pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Na safra de 2007, a produção do grão no estado foi de 490 mil toneladas e em 2017 chegou a 1,242 milhão, isto é, uma evolução de 752 mil toneladas. Ainda conforme o levantamento, a produção média nos últimos quatro anos foi de 943 mil toneladas. Quanto à produtividade, ela pulou de 1.388 quilos por hectare para 4.240.

Indústria - Cerca de 250 empresários do setor industrial reúnem-se neste domingo (18), em Brasília, para debater soluções de uso racional da água. No encontro, promovido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), pela Rede Brasil do Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU) e pelo Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS), atuarão como palestrantes o ministro do Meio Ambiente, José Sarney Filho, Henk Ovink (Banco Mundial) e Naty Barak (Netafim).

Alckmin - O governador de São Paulo e pré-candidato a presidente da República, Geraldo Alckmin, vem a São Luís no próximo dia 29 para participar da solenidade de inauguração da nova sede do PSDB, no bairro da Ponta d´Areia, e receber novas adesões ao partido.







O presidente da Federação das Indústrias, Edilson Baldez, o vice-prefeito de São Luis, Julio Pinheiro; e o secretário de Projeto Especiais, Pierre Januário, com empresários chineses no lançamento do Porto São Luís



Porto - Coube ao presidente da Federação das Indústrias (Fiema), Edilson Baldez, falar em nome do empresariado maranhense no lançamento do Porto de São Luís, empreendimento da W Torre e a chinesa CCCC. Segundo o empresário, o novo porto contribuirá com a logística do Estado, pois vai movimentar as cargas do Corredor Centro-Norte, do parque industrial instalado no Maranhão e dos estados vizinhos, além do crescente mercado do agronegócio da região conhecida como Matopiba.

Refinaria - Após o lançamento do Porto São Luís, sexta-feira (16), o governador Flávio Dino (PCdoB) anunciou que nesta segunda-feira (19) estará recebendo mais uma delegação de investidores chineses, que vêm assinar documento de intenção para construção, em Bacabeira, de uma siderúrgica. Ele acredita que esse empreendimento, assim como o terminal de uso privado (TUP) da CCCC e WPR, vai contribuir para o Produto Interno Bruto (PIB) continue crescendo acima do que em 2017, que ficou em cerca de 10%.



Nenhum comentário: