29 de abr de 2018

Aumento na colheita de cana na safra 2018 proporciona uma maior produção de açúcar e álcool no Maranhão

A produção maranhense de açúcar este ano terá aumento de quase 100% na comparação com a de 2017, segundo estimativa sobre a safra de cana divulgada na última terça-feira (24) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

De acordo com o levantamento, serão produzidas 22,6 mil toneladas do adoçante, 11 mil a mais que em 2016, quando foi atingida a marca de 11,6 mil, e isto significa uma variação de 94,6%, a mais alta do país.

Apesar deste crescimento, o estado continua sendo o menor produtor do Nordeste e o penúltimo do Brasil, à frente apenas do Amazonas, que vai produzir 11,9 mil. Para obter esse resultado, houve um crescimento expressivo de 78,7% na destinação de cana para esse tipo de beneficiamento, um total de 170,1 mil toneladas, enquanto ano passado esse volume foi de 95,2 mil toneladas.

Quanto à produção de álcool, ela deve atingir no estado 162,6 milhões de litros, 35,2 milhões a mais do que no ano passado, quando foram produzidos 127,3 milhões de litros. A destinação da cana para esse beneficiamento aumentou 17,4%, saindo de 1,747 milhão para 2,050 milhões. Leia mais em GIRO ECONÔMICO.

Nenhum comentário: