18 de abr de 2018

Para senadora Ana Amélia, presidente nacional do PT violou a Lei de Segurança Nacional ao convocar os povos árabes para entrarem na luta pela libertação de Lula

A senadora Ana Amélia (PP-RS) disse nesta quarta-feira (18) que a sua colegada de parlamento Gleise Hoffmann, presidente nacional do PT, violou a Lei de Segurança Nacional ao gravar um vídeo veiculado pela TV Al Jazeera, na qual convoca o povo árabe a ajudar a tirar o ex-presidente Lula da cadeia, pois pode provocar "atos de hostilidade" contra o povo brasileiro. Em resposta, Hoffmann disse que Amélia teve uma atitude xenófaba.  Veja o vídeo em Maranhão Hoje.

De acordo com o artigo oitavo da LSN, é crime “entrar em entendimento ou negociação com governo ou grupo estrangeiro, ou seus agentes, para provocar guerra ou atos de hostilidade contra o Brasil”.

Ana Amélia disse que “espera que essa convocação não seja um pedido para o Exército islâmico atuar no Brasil”. Segundo ela, “essa hostilidade pode estar entendida aí exatamente aquilo que a gente suspeita que possa ter sido o objetivo dessa manifestação publicada nesta semana pela TV Al Jazeera, com sede no Catar e com grande repercussão e influência no mundo árabe”, insinuou a senadora gaúcha.

Pelo Twitter, Gleisi disse que deu entrevistas praticamente idênticas para redes de televisão de países como França, Inglaterra e Espanha, porém apenas a emissora árabe gerou reações negativas por parte de Ana Amélia. “O incômodo dessa senadora do Rio Grande do Sul não foi com o conteúdo da minha fala, e sim a emissora com quem falei.” Ainda de acordo com a presidente do PT, "essa mesma senadora (Ana Amélia) incentivou violência contra caravana de Lula, quando disse que era para erguer o relho”.

(Com dados da Exame)

Nenhum comentário: