25 de abr de 2018

Produção de cana-de-açúcar no Maranhão deve resultar na produção de 22,6 mil toneladas de açúcar e 162,6 milhões de litros de álcool, segundo estimativa da Conab

A produção de cana-de-açúcar no Maranhão terá um aumento de 20,5% na safra deste ano em comparação à de 2017, segundo estimativa divulgada nesta terça-feira pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). De acordo com o levantamento, serão colhidas 2,220 milhões de toneladas, 378 mil a mais do que na safra anterior, que foi de 1,842 milhão.

O aumento se dá, apesar da diminuição da área plantada, que caiu de 39,4 mil para 38,0 mil hectares, ou seja, 3,6% a menos, mas o resultado se justifica pelo crescimento de 25% da produtividade, que foi de 46,723 mil quilos por hectare em 2017, e este ano pulou para 58,419 mil quilos por hectare.

Dessa produção, 170,1 mil toneladas serão para fabricação de açúcar, 78,1% a mais do que a quantidade do ano passado: 95,2. O beneficiamento deve resultar em 22,6 mil toneladas, 95,6% a mais do que no ano passado, quando foram produzidas 11 mil toneladas.

Para a produção de etanol, serão destinadas 2,050 milhões de toneladas, 17,4% a mais do que na safra passada (1,747 milhão), e isto deve resultar num aumento de 27,7% na quantidade de litros, pois serão 162.660 milhões de litros contra 127.361 em 2017. Leia mais em GIRO ECONÔMICO.

Nenhum comentário: