16 de abr de 2018

Valor da agropecuária este ano cai 3,7% na comparação com 2017, segundo Ministério da Agricultura

GIRO ECONÔMICO

A estimativa do valor bruto da produção (VBP) deste ano, com base em informações de março, indicam valor de R$ 530,1 bilhões, 3,7% abaixo do obtido em 2017, mas, há tendência de recuperação, pois os dados têm indicado sinais de aumento do valor com o passar dos meses. Embora tenha havido redução do valor em fevereiro na comparação com o mês anterior, março já apresentou variação positiva sobre fevereiro. Isso pode indicar tendência de recuperação do valor no decorrer do ano, de acordo com José Garcia Gasques, coordenador-geral de Estudos e Análises da Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. 

 A direção dos resultados dependerá dos preços dos produtos e do milho de segunda safra. As lavouras e a pecuária sofreram redução do VBP, de 3,8% e de 3,5%, respectivamente.

Os melhores resultados são os de algodão, com aumento de 20,9% em relação ao ano passado, cacau, 8,7%, mamona, 68,5%, soja, 3,8%, batata-inglesa, 3,4%, café, 2%, tomate, 32,7% e trigo, 37,3%. Todas essas variações são em termos reais (descontada a inflação). 

Aposentados - Mais de 152 mil pessoas que recebem auxílio-doença ou aposentadoria por invalidez estão sendo convocadas para revisão de benefícios por incapacidade do Instituto Nacional do Seguro Social. De acordo com o INSS, os convocados não foram encontrados por inconsistências no endereço ou receberam a carta, mas não agendaram a perícia no prazo determinado. Essas pessoas têm até 04 de maio para agendar a perícia pelo telefone 135. Se não agendarem, o benefício será suspenso até regularizarem a situação. 

Regularização - O BNB já regularizou mais de 18,4 mil operações de dívidas rurais com base na Lei 13.340/2016, em sua área de atuação (Região Nordeste e norte de Minas Gerais e Espírito Santo), um montante que já supera R$ 1,7 bilhão. O instrumento permite que agricultores recebam descontos de até 95% em dívidas contratadas até 2011, podendo renegociar operações para pagamento até o ano de 2030, com parcelas a partir de 2021. Os juros variam de 0,5%, para agricultores familiares, a 3,5% para grandes produtores. 

Transporte - A Confederação Nacional do Transporte (CNT) divulga nesta segunda-feira (16) o estudo Logística Urbana: Restrições aos Caminhões?. O documento analisa as condições do transporte de carga em sete regiões metropolitanas no país e aponta soluções para os principais problemas do transporte rodoviário de cargas em áreas urbanas. 




Na solenidade de premiação Empresa do Ano, quarta-feira (11), na Associação Comercial, os empresários Felipe Mussalém e Edilson Baldez, com as empresárias Márcia Naldler, Jenilce Almeida, Jesus Montelles, Edna Montenegro, Núbia Sousa e Ana Luzia Alhadeff


Corrida - Continuam abertas até quinta-feira (19) as inscrições para a Corrida Sesi do Trabalhador 2018, que faz parte da programação da Festa do Trabalhador, promovida pelo Serviço Social da Indústria (Sesi), dia 1º de maio, em São Luís, que inclui torneios esportivos, atividades culturais e de promoção da saúde. A corrida é destinada a industriários, dependentes e comunidade. A edição 2018 da corrida será realizada nas distâncias de 5 km e 10 km, com saída da unidade Sesi do Araçagi. 

Comércio - A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) reduziu em 0,2 ponto percentual a expectativa de crescimento do comércio em 2018, para 5%. A redução foi motivada pela queda de 0,2% nas vendas no varejo, verificada em fevereiro deste ano em comparação a janeiro, conforme Pesquisa Mensal do Comércio divulgada quinta-feira (12) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).Sem crescimento mensal desde novembro de 2017, quando o setor registrou alta de 2,4%.

Nenhum comentário: