16 de mai de 2018

Berilo Macedo promete intensificar fiscalizações do Crea para valorizar as categorias de engenheiros e agrônomos

GIRO ECONÔMICO

O presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-MA), Berilo Macedo, empossado solenemente dia 09, prometeu aperfeiçoar a fiscalização em todo o estado, e para isto protocolou no Conselho Federal (Confea), projetos do Programa de Desenvolvimento Sustentável no valor de aproximadamente R$ 750 mil. Os programas já foram elaborados pelo Crea e estão sendo analisados. 

Desde 2011 o órgão não acessava os recursos do Prodesu porque estava inadimplente. Serão investidos recursos no Plano de Fiscalização, treinamento e aquisição de equipamentos e veículos, Representação Institucional - que irá permitir maior participação dos conselheiros nas coordenadorias nacionais das câmaras especializadas, na estruturação tecnológica da sede e das inspetorias e na estruturação física de parte do mobiliário.

O presidente do Senge, Antônio de Pádua, também ressaltou que vai lutar pelos profissionais. “Toda a estrutura física, administrativa, jurídica, financeira e política do sindicato estará voltada para a defesa da categoria”, garantiu. 

Patrimônio - O superintendente do Instituto Nacional de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Marcelo Itapary, vai trazer o diretor do Centro Nacional de Arqueologia (CNA) para um encontro com empresários de construção civil locais a fim de orientá-los sobre a exigência de licença do órgão para que sejam autorizadas construções. Segundo Itapary, o Iphan é parceiro dos órgãos de Meio Ambiente para licenciamento ambiental e as empresas que descumprem essa norma são passíveis de multas. 

Barreirinhas  - Agências de viagens e operadoras de turismo podem vender o destino Lençóis Maranhenses para o segundo semestre sem riscos de decepcionar os visitantes com a falta de um dos seus melhores atrativos: as lagoas de águas cristalinas. As chuvas que têm caído com muita intensidade desde janeiro vão garantir a formação de pequenos oásis o ano inteiro. O fenômeno se dá porque com os lençóis freáticos cheios a água é sugada de forma mais lenta, ou seja, as lagoas não vão desaparecer antes de novembro. 

Na solenidade de posse das novas diretorias do Crea-MA
e do Senge, Berilo Macedo (terceiro à direita) com dirigentes
do Sistema Confea, Federação de Engenheiros e outros e que
marcaram presença no evento 
Vulneráveis - Dados divulgados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) nesta terça-feira (15) indicam que no Maranhão existem trinta pontos vulneráveis para exploração sexual de menores e adolescentes em rodovias federais. 

Copa  - A Copa do Mundo da Rússia, que começa dia 14 de junho, ainda desperta pouco interesse dos brasileiros, e apenas 27% dos entrevistados pelo Instituto MDA na pesquisa divulgada nesta segunda-feira (14) pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) dizem que estão muito interessados no torneio. Nesta segunda-feira (14), a Agência Brasil publicou reportagem em que mostra poucos efeitos na economia por conta do Mundial. Nem mesmo o setor de eletroeletrônicos demonstra otimismo com as vendas. 

Cesta - O custo da cesta básica caiu 2,22% no mês de abril, em São Luís, segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). O valor do conjunto de produtos ficou em R$ 345,33, o sexto menor entre as vinte capitais pesquisadas. Em 12 meses, a variação anual foi de -5,54% e, nos quatro primeiros meses, de 3,35%. O trabalhador ludovicense com remuneração de salário mínimo teve de cumprir jornada de trabalho de 79 horas e 38 minutos para comprar esses alimentos.

Nenhum comentário: