15 de mai de 2018

Conab abre inscrições a associações e cooperativas de agricultores para Programa de Aquisição de Alimentos

GIRO ECONÔMICO

O prazo para que as associações e cooperativas de agricultores familiares interessados em participar do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) enviem suas propostas termina sexta-feira (18). As inscrições tiveram início em 14 de abril e ocorrem por meio do sistema PAANet, disponível no site da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Os projetos inscritos são na modalidade de Compra com Doação Simultânea (CDS), pela qual a Companhia adquire produtos de agricultores familiares e doam os alimentos a instituições socioassistenciais. 

Para garantir que um maior número de agricultores familiares de todo o país participem do programa, cada organização fornecedora poderá apresentar apenas uma proposta, com valor máximo de R$ 320 mil e R$ 8 mil por agricultor. Os projetos serão classificados de acordo com a participação dos públicos prioritários, que incluem mulheres rurais, povos e comunidades tradicionais e assentados da reforma agrária.

Para pontuação, também serão levados em consideração critérios como a situação de vulnerabilidade alimentar dos municípios, o valor dos projetos e o fornecimento de alimentos orgânicos ou agroecológicos. 

Segurança  - A Câmara Federal recebeu estudo da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) sobre a criminalidade no campo. O levantamento aponta o quadro de insegurança no meio rural e apresenta 12 propostas para o combate à violência que atinge produtores, familiares e trabalhadores rurais. Entre as sugestões, a necessidade de padronização e publicidade detalhada de informações sobre crimes no campo, combate à violência na área rural e a elaboração de metas do poder público para reduzir a violência. 

Portos - O Terminal da Ponta da Madeira, em São Luís, administrado pela Vale, mantém-se em 2018 como o porto de maior movimentação de cargas no país, tendo atingido no primeiro trimestre um volume de 40,368 milhões de toneladas embarcadas e desembarcadas. Já o Porto da Alumar (13º no ranking nacional) movimentou no período, 3,699 milhões de toneladas, enquanto o Itaqui, que aparece em 16º no ranking geral e 6º entre os portos públicos, teve movimentação de 3,175 milhões de toneladas. 

Fazendo a aproximação das classes empresarial e política,
Felipe Mussalém (ACM), Marcelimo Ramo (Fecomércio),
senador Roberto Rocha (PSDB), presidenciável Geraldo
Alckmin (PSDB), Edilson Baldez (Fiema) e Fábio Ribeiro (CDL)
Crescimento - O mercado financeiro reduziu novamente a estimativa para o crescimento da economia este ano. A projeção para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, agora passou de 2,70% para 2,51%. Essa foi a segunda queda consecutiva. Para 2019, a previsão permanece em 3%. 

Arbitragem - Será realizada em São Luís, no mês de agosto, a Conferência de Mediação e Arbitragem na Administração Pública, promovida pelas federações das Indústrias (Fiema) e do Comércio (Fecomércio), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e Associação Comercial (ACM), que propõe ainda a instalação da Câmara de Mediação e Arbitragem na Fiema. O evento conta com assessoria jurídica de advogados dos escritórios Ulysses Sousa e da Silveira, Athias Advogados, que vão orientar os participantes sobre esse tipo de mediação. 

Rodovias - A Confederação Nacional do Transporte (CNT) iniciou, nesta segunda-feira (14), a coleta de dados da 22ª Pesquisa CNT de Rodovias 2018, que, em comparação com 2017, serão avaliados 1,5 mil km a mais. A pesquisa avalia a malha federal pavimentada e os principais trechos estaduais, considerando condições do pavimento, sinalização e geometri bem como pontos críticos (erosão na pista e queda de barreira) e infraestrutura de apoio (postos de abastecimento, oficinas mecânicas e postos da Polícia Rodoviária.

Nenhum comentário: