22 de mai de 2018

Ex-governadora Roseana Sarney diz que ataques violentos contra ela são preconceitos pela fato de ser mulher

A ex-governadora Roseana Sarney (MDB) classifica os constantes ataques a ela com uma clara demonstração de preconceito contra a mulher por parte de um segmento de seus opositores, notadamente os ligados ao governador Flávio Dino (PCdoB). Na entrevista que concedeu a Geraldo Castro no programa Abrindo o Verbo, da Mirante AM, segunda-feira (21), Roseana disse que as notícias falsas contra a sua pré-candidatura ao Governo do Estado mostram como ainda há muitos políticos preconceituosos, simplesmente porque uma mulher está se propondo a disputar a eleição e coloca em risco o projeto de reeleição do governador.

Roseana, de fato, é uma das pretendentes ao Governo do Estado que mais têm sofrido ataques por parte dos aliados do governador, sejam eles políticos, jornalistas, blogueiros e simpatizantes nas redes sociais. As críticas a ela extrapolam o lado político para invadir sua vida familiar e pessoal, visando com isto desestabilizá-la e afugentar aliados e eleitores, mas, ratificando sua declaração no encontro realizado em sua residência no Calhau, garante que sua pré-candidatura é pra valer. Leia reportagem em Maranhão Hoje.

A ex-governadora disse que reage a esses ataques com serenidade, mas com uma determinação cada vez maior de enfrentar as urnas disposta a vencer, "pois quem se candidata sempre objetiva ganhar", embora a derrota faça parte do jogo. Ela diz compreender o desequilíbrio dos adversários, pois sabem que ela realmente é uma ameaça ao projeto de continuidade do atual governo.

Um comentário:

Anônimo disse...

Essa pilantra vai ganhar no inferno só se for ...sai pra lá Satanás! !!