20 de jun de 2018

Morte de Eliezer Batista enlutece a Vale, empresa da qual foi presidente e idealizador do Programa Grande Carajás

GIRO ECONÔMICO

Morreu nesta terça-feira (19), aos 92 anos de idade, Eliezer Batista, ex-presidente da Vale, e que foi o grande responsável pela implantação do Programa Grande Carajás. Em sua primeira passagem pela presidência da empresa (1961-1964), idealizou o Porto de Tubarão, no Espírito Santo, o que permitiu dobrar o volume de exportações de minério. Em 1979, voltou ao comando da empresa e seu principal desafio foi implantar o Projeto Grande Carajás, no Pará, tendo São Luís como porto de saído do ferro extraído no vizinho estado. 

Carajás foi orçado em US$ 4,2 bilhões, mas, graças à organização e ao senso de responsabilidade pública dos envolvidos na empreitada, todas as obras previstas - mina, ferrovia e porto, além de todo o incremento nas áreas social e de infraestrutura - custaram US$ 2,8 bilhões e tudo foi entregue dentro dos prazos previstos.

Em 1986, Eliezer deixou a presidência da Vale. Vinte anos depois, em 2016, ele emprestaria o seu nome para batizar o maior projeto da história da mineração mundial: o Complexo S11D Eliezer Batista, primeira mina de ferro construída para operar sem caminhões fora de estrada, que permite reduzir em cerca de 70% o consumo de diesel. 

Cultura - A Caixa Econômica abriu, nesta segunda-feira (18), seleção pública para patrocínio de projetos culturais e formação da pauta de 2019/20. Os projetos deverão ser inscritos exclusivamente por pessoa jurídica ou micro empreendedor individual cuja natureza/objeto social seja de finalidade cultural. Será admitida a inscrição de até dez projetos por proponente, independentemente do segmento a que pertençam ou de haver itinerância para cada um deles. As inscrições vão até dia 03 de agosto. 

Refrigerantes - Apesar de estar diretamente relacionado apenas às empresas instaladas na Zona Franca de Manaus, o senador Roberto Rocha (PSDB), na condição de relator, deu parecer contrário ao decreto do presidente Michel Temer que modifica as alíquotas de IPI para insumos das indústrias de refrigerantes, pois entende que o fim da isenção vai afetar o setor em âmbito nacional, o que geraria insegurança jurídica. O presidente da CCJ, senador Edison Lobão (PMDB-MA), disse que pretende colocar o relatório em votação nestaa quarta-feira (20). 

Hotéis - A Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR) deve votar nesta quarta-feira (20), o Projeto de Lei do Senado (PLS 206/2012) que isenta hotéis e motéis do pagamento de direitos autorais. A regra vale apenas para músicas e audiovisuais executados nos quartos dos hóspedes.

Arraial do Sesi - O Serviço Social da Indústria (Sesi) realiza, dias 22 e 23, a partir das 18h30, no Sesi Araçagi, sua tradicional temporada de festas juninas, que terá como atrações, dentre outros. Boi de São Miguel do Rosário, Companhia Barrica, Boi de Maracanã, Boi de Axixá, Boi de Morros, Grupo de Forró Pé no Chão, Boi Brilho da Ilha e Boi da Maioba. A entrada custa R$ 10,00 para comunidade e R$ 5,00 para idosos, estudantes e professores (meia). Industriários têm entrada gratuita e acompanhante paga meia. 

Itapecuru - O Sindicato das Indústrias de Cerâmica do Estado do Maranhão (Sindicerma) reuniu, semana passada, em Itapecuru-Mirim, empresários, para ciclo de vida de máquinas e equipamentos, incluindo transporte, instalação, utilização, manutenção e até mesmo a eliminação das máquinas após a vida útil. A reunião foi coordenada pelo presidente do Sindicerma, Benedito Bezerra Mendes, que recebeu apoio da Federação das Indústrias para esse evento, pelo Programa de Desenvolvimento Associativo (PDA).

Nenhum comentário: