3 de jun de 2018

Pesquisa do Exata, comparada às do Data Ilha, mostra que Flávio Dino caiu cinco pontos em quatro meses

A pesquisa do Instituto Exata publicada neste domingo (03) pelo Jornal Pequeno, se comparada com as duas do Instituto Data Ilha, encomendadas pela TV Difusora, e divulgadas também este ano, mostra que de fevereiro a junho, isto é, num intervalo de quatro meses, o governador Flávio Dino (PCdoB) perdeu mais de cinco pontos do percentual que lhe garantiria uma vitória ainda no primeiro turno. Leia mais em MARANHÃO HOJE.

A queda chama atenção porque ele é o único pré-candidato que já se encontra em campanha, aliás desde 2015, e tem o maior arco de aliança partidária em torno da sua possível chapa, enquanto os demais nomes sequer estão confirmados na disputa.

De acordo com a Data Ilha, em fevereiro Flávio Dino tinha 62,39% das intenções de voto; na pesquisa de maio ele aparece com 60,03%, e agora pelo Exata, estaria com 57,0%. Como a margem de erro de 3,2% ele pode estar com 60,2% ou 53,8%, isto é, muito próximo do limite que poderia levá-lo a uma disputa de segundo turno.

Fazendo-se a mesma comparação, Roseana teria aumentado seu percentual. Pelo Exata, em fevereiro ela tinha 29,15%, caiu em maio para 27,68%, e agora aparece no Exata com 30,0%, o que significa dizer que entrou numa oscilação, mas com crescimento.

Aprova, mas não reelege - Outro dado curioso na pesquisa do Exata é com relação ao governo  Flávio Dino, que teria uma aprovação de 62% dos seus 1.400 entrevistados, mas 5% destes não votariam para reelegê-lo, pois os que preferem seu nome seriam 57%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob protocolo número 06478/2018. A margem de erro seria de 3,2 pontos para mais ou para menos.

Nenhum comentário: