27 de jun de 2018

Secap e Rádio Timbira manifestam pesar pela morte do jornalista e radialista Jânio Arley ocorrida nesta quarta

Resultado de imagem para janio arlei
Em nota distribuída nesta quarta-feira (27), o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Comunicação Social e Assuntos Políticos (Secap) e a Rádio Timbira, lamentou a morte do jornalista e radialista Jânio Arley, que foi vítima de duas paradas cardíacas. Ele ainda chegou a ser levado ao Pronto Socorro do Cohatrac, onde residia, mas chegou sem vida.

Eis o teor da nota:

A Secretaria de Estado de Comunicação Social e Assuntos Políticos (Secap) e a Rádio Timbira AM lamentam a morte do comunicador Jânio Arley, ocorrida na tarde desta quarta-feira (27).

Jânio Arley foi destaque no jornalismo policial na década de 90 tendo percorrido emissoras de rádio e televisão do estado.

O radialista iniciou a carreira profissional na Região Tocantina, em 1980. Foi repórter, redator e editor de vários veículos de comunicação, incluindo a Rádio Timbira 1290, onde compôs a equipe de esportes.

Sua simplicidade e abordagem popular ficam como legado para o jornalismo maranhense.

O governo se solidariza com familiares e amigos de Jânio Arley nesse momento de dor e perda.

O Sindicato dos Jornalistas também manifestou pesar pelo falecimento de Arley:

NOTA DE PESAR

Com muita comoção registramos o desenlace ďo apresentador  Jânio Arley Sousa Cavalcante, querida se notabilizou como repórter policial,  à frente ďo programa  Bandeira Dois, conquistando pelo sr u estilo, significativa audiência e simpatia đa população.
Lamentamos a perda, reconhecendo a lacuna que por ele é deixada ns crónica policial de São Luís, mesmo estando afastado,  por motivos de saúde,  das lides jornalísticas.
À família e amigos os nossos pêsames,  rogando a Deus que conforte a todos, neste momento ďe dor e saudade.

A Diretoria

Nenhum comentário: