14 de jul de 2018

Com desistência da corrida presidencial pelo PRB, Carlos Brandão pode ser levado para a chapa de Roberto Rocha

Apesar da direção regional garantir que continua na coligação com o governador Flávio Dino (PCdoB), a quem oferece o vice, Carlos Brandão (que foi eleito pelo PSDB, mas deixou o ninho tucano após o ingresso do senador Roberto Rocha), recomenda-se prudência aos dirigentes do PRB no Maranhão antes de fechar qualquer acordo, pois com a desistência do empresário Flávio Rocha, dono da Riachuelo, de disputar a Presidência da República, o partido cai em campo agora por composição com um dos partidos de centro. Leia mais em MARANHÃO HOJE.

A opção do PRB será por Ciro Gomes (PDT) ou Geraldo Alckmin (PSDB). Se fechar com o primeiro, não haverá nenhum problema para Brandão, já que o partido deste também está na chapa de Dino, onde tem um dos candidatos a senador, o deputado Weverton Rocha, mas o problema é que a tendência maior do partido é pelo apoio a Alckmin, e se isto ocorrer o PRB terá de coligar também com Roberto Rocha, que é um dos maiores críticos do governador dentre os pré-candidatos ao Palácio dos Leões.

Caso haja o acordo nacional com os tucanos, este será o pior dos mundos para Carlos Brandão, pois mais uma vez verá atravessando o seu caminho o senador que foi a causa de sua saída do ninho. Brandão torce para isto não ocorra, pois isto praticamente inviabilizaria suas chances de se reeleger, e terá de aprender a conviver novamente com Roberto Rocha, com quem não vem mantendo a melhor das relações.

Nenhum comentário: