2 de ago de 2018

Apenas 5% dos eleitores utilizam redes sociais como única fonte de informação para definir seu voto, segundo Ibope




Para tomar a decisão sobre em que votar, 84% dos eleitores vão se informar pela imprensa (TV, rádio, jornais e revistas e sites de notícias) e 26% vão utilizar as redes sociais (Facebook, Instagram, WhatsApp, Twitter etc). É o que revela a pesquisa do Ibope encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e divulgada nesta quinta-feira (02).

De acordo com os números, apenas 5%  disseram que vão utilizar as redes sociais como única fonte de informação, ou seja, as fontes tradicionais de notícias são as mais confiáveis pelo eleitor na obtenção de informações sobre os candidatos e suas propostas: 71% utilizam pelo menos um desses meios de comunicação. E chega a 84% quando se soma a esse grupo os jornais e canais/portais de notícias na internet.
Redes sociais e blogs são utilizados como fonte de informação sobre os candidatos por 26% dos eleitores, mas apenas 5% utilizam as redes como fontes exclusivas. Dos que utilizam as redes sociais para se informar, mesmo que em conjunto com outros veículos, 25% confessam que raramente ou nunca verificam a veracidade das informações recebidas. Outros 46% sempre verificam e 29% verificam às vezes.

São apontados ainda como fonte de informação as conversas com parentes e amigos (10%), reuniões na igreja (3%), na associação de moradores (3%) e em sindicatos/associações profissionais (2%). Apenas 6% dos eleitores disseram que vão se informar sobre os candidatos pela propaganda eleitoral e propaganda de partidos políticos. Saiba mais em MARANHÃO HOJE.

Nenhum comentário: