2 de ago de 2018

Caixa Econômica reduz juros do crédito imobiliário para pessoas jurídicas a fim estimular setor da construção civil

GIRO ECONÔMICO

A Caixa Econômica Federal reduziu, terça-feira (31), as taxas de juros do crédito imobiliário para Produção Pessoa Jurídica. A estratégia tem como objetivo oferecer condições atrativas aos clientes, aliada à sustentabilidade do projeto, mantendo assim a performance da contratação e impactando de forma positiva o setor da Construção Civil.

A linha de crédito usa recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE). Alinhada à recuperação da economia, às melhores práticas do mercado e, ainda, ao movimento de redução da Selic, a Caixa reduz as taxas em média de 1 a 2 pontos percentuais ao ano. A taxa mínima passa a ser de 9% a.a., calculada de acordo com o porte, rating, nível de relacionamento das empresas com a Caixa e a sustentabilidade do projeto.

A crescente demanda em análise para o segundo semestre de 2018, considerando o reposicionamento e a melhoria das condições de contratação nas linhas de crédito para a Construção Civil, tem como objetivo a retomada dos lançamentos de empreendimentos para geração de emprego, renda e acesso a moradia. 

Otimismo - Os empresários dos ramos do varejo e de serviços estão otimistas com o segundo semestre, embora os primeiros seis meses do ano tenham sido difíceis para os setores. Um estudo realizado em todas as capitais pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) revela que 44% apostam em um cenário econômico melhor do país no segundo semestre em relação ao primeiro, enquanto 38% acreditam que será igual e apenas 14% estimam um pior. 

Frete - Termina nesta sexta-feira (03), às 18h, o prazo para envio à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), de contribuições acerca da tabela de frete mínimo, que foi proposta pelo governo federal em medida provisória enviada ao Congresso Nacional no fim de maio. A agência abriu a Tomada de Subsídio nº 9/2018 a fim de colher sugestões para aprimoramento da metodologia e dos parâmetros para elaboração da tabela com os preços mínimos referentes ao quilômetro rodado, por eixo carregado. 

Odívio Neto (D), com o presidenciável Guilherme Boulos 
na convenção nacional do PSOL, terá sua candidatura ao 
Governo do Estado homologada nesta quinta-feira, em convenção a ser
 realizada na sede do partido, na Avenida da Universidade, no Cohafuma 
Governador - O engenheiro civil Odívidio Neto (PSOL) abre nesta sexta-feira (02) a agenda desta semana das convenções para escolha de mais quatro candidatos a governador. Amanhã será a vez de Coronel Monteiro (PHS) e sábado, Maura Jorge (PSL) e Roberto Rocha (PSDB) 

Candidatos - Como não há controle nas emissoras de rádio sobre quem participa ao vivo, pelo telefone, ou por meio de mensagem pelo WahtsApp, muitos candidatos a deputado estadual e federal estão colocando radialistas em situação enrascada junto ao Tribunal Regional Eleitoral. Passando-se por ouvintes comuns, entram no ar, reclamam, reivindicam, sugerem soluções etc, no melhor estilo de propaganda política, o que está proibido desde o mês de junho. Podem participar, sim, mas só como entrevistados. 

Consumidor - A Cemar foi destaque no Portal do Consumidor (consumidor.gov.br) no ranking de julho, onde aparece nas melhores posições no itens Satisfação dos Clientes público, mediante a solução dos problemas apresentados e, fica em primeiro lugar dentre as empresas de energia elétrica analisadas do últimos 90 dias. O destaque é o reflexo do compromisso cada vez maior de trabalhar para ser muito melhor aos seus clientes, visto que há seis meses a empresa estava em oitavo lugar neste ranking.

Nenhum comentário: