12 de ago de 2018

Candidato a governador pelo PSTU, Ramon Zapata, apresenta propostas radicais para tirar Maranhão da crise

O candidato a governador do Maranhão pelo Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU), Ramon Zapata, protocolou no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MA), junto com o pedido de rehistro da sua candidatura, um projeto com 16 propostas para desenvolver o Maranhão.

São propostas polêmicas que fariam credores do Estado, agropecuaristas e outros tremerem se percebessem alguma possibilidade de vitória da legenda de esquerda, mas que, por outro lado, faria a festa de servidores públicos, quilombolas, sem terra etc.

Dentre as propostas de Zapata, destacam-se: 

  • Suspensão do pagamento e auditoria da dívida pública do Estado
  • Plano de obras públicas
  • Fortalecimento da Companhia de Saneamento Ambiental (Caema) para garantir água e saneamento básico para todos
  • Reforma e revolução agrária
  • Políticas de transporte, acessibilidade e mobilidade
  • Ampliação dos investimentos nas áreas de Educação, Saúde, produção agrícola e pesqueira,
  • Segurança, moradia, cultura, turismo e esporte e lazer
  • Valorização, cumprimento de acordos e estatutos, garantia das Leis do Piso e reajuste salarial para os servidores públicos estaduais
  • Instalação de conselhos populares.
Ramon tem como vice a poetisa e ativista do Movimento Negro Nicinha Durans e a senador, Saulo Arcângeli e Preta Lu.


Nenhum comentário: