1 de ago de 2018

Com rejeição de 65%, Jair Bolsonaro passa a ser ameaçado por Geraldo Alckmin, segundo DataPoder360

A pesquisa divulgada nesta quarta-feira (1º) pelo Instituto DataPoder360 mostra que o candidato a presidente pelo PSL, deputado Jair Bolsonaro, enfrenta um grande problema: apesar de liderar as intenções de voto para presidente, seu índice de rejeição é o mais alto, chegando a 65% os eleitores que dizem que não votariam nele de jeito nenhum.

Com esse alto índice de rejeição, segundo análise do instituto, Bolsonaro passa a ter como principal adversário o tucano Geraldo Alckmin, que mesmo tendo um índice de rejeição parecido, 62%, vem mostrando poder de reação, estando hoje tecnicamente empatado com Ciro Gomes (PDT) no segundo lugar, mas evoluindo mês após mês.

Segundo o instituto, enquanto Bolsonaro parece estar em queda livre, pois tinha 25% em maio e agora tem 20%, Alckmin, no mesmo período, pulou de 7% para 9%. Pior: os dois disputam a mesma faixa de eleitorado - centro e direita - mas o tucano juntou mais partidos em torno de sua candidatura, o que pode aumentar seu poder de influência nos estados, enquanto o candidato do PSL está isolado.

O levantamento do DataPoder360 ouviu 3.000 eleitores, por meio de telefones fixos e celulares de 25 a 28 de julho, em182 cidades em todas as regiões do país. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos. O registro do estudo no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) é BR-09828/2018. Leia mais em MARANHÃO HOJE.

Nenhum comentário: