1 de set de 2018

Apesar de dar uma ampla vantagem para Flávio Dino, Econométrica traça dois cenários de segundo turno

Apesar de ter apresentado na pesquisa encomendada pela Federação das Indústrias do Maranhão (Fiema) e divulgada pela TV Guará neste sábado (1°) números que dão uma ampla vantagem ao governador Flávio Dino (PCdoB), com possibilidade de vencer ainda no primeiro turno, o Instituto Econométrica, a fim de se preservar, decidiu traçar dois cenários de segundo turno, o que não se justificaria pela margem de erro, que é de 2,61 pontos para mais ou para menos, tampouco pela soma dos demais candidatos mais os votos em branco, nulos e indecisos.

De acordo com a pesquisa, no cenário em que são apresentados os nomes dos concorrentes, Flávio Dino teria 53,1%, ou seja, pode ter de 50,48% a 55,93%. A soma dos demais candidatos seria 35,4, já que Roseana Sarney (MDB) aparece com 28,8%, Roberto Rocha (PSDB) com 3,7%, Maura Jorge (PSL) com 2,1%, Ramon Zapata (PSTU) com 0,7% e Odívio Neto (PSOL) com 0,1%. Ainda que somados com os brancos e nulo (6,6%) e os que não souberam responder (4,9%), os adversários do governador o alcançariam, mas o instituto diz que a possibilidade desses números estarem corretos é de 95,5%.

Em ambos os cenários de segundo turno, Flávio Dino venceria: contra Roseana, o placar seria de 56,3% a 30,8%, e contra Roberto Rocha (PSDB), 56,3% contra 30,8%. A pesquisa foi registrada no TSE sob o número MA-08877/2018. Leia mais em MARANHÃO HOJE.


Nenhum comentário: