14 de set de 2018

Aumenta faturamento das empresas do setor de material de construção, segundo levantamento da Abramat

GIRO ECONÔMICO

O faturamento da indústria de materiais de construção cresceu 0,5% em agosto, já descontada a inflação, na comparação com o mesmo mês do ano passado, aponta pesquisa mensal da Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat). Em relação a julho deste ano, houve alta de 1,2%. No acumulado dos últimos 12 meses, o setor registra elevação de 1,9%. O emprego, no entanto, de janeiro a agosto teve queda de 0,8%, mas, apesar do resultado negativo, os números indicam reversão da tendência, pois em julho o percentual era de 0,9%. 

Este foi o terceiro mês consecutivo em que a redução de vagas na indústria de materiais de construção diminui. A Abramat estima que o setor encerrará o ano com alta de 1,5%. “Uma inflexão após 3 anos de resultados negativos no faturamento”, apontou em nota o presidente da associação, Rodrigo Navarro. Nos últimos três anos, o setor registra queda no faturamento. A maior baixa foi em 2016, com um recuo de -13,5%. 

Na análise, por tipo de produto, os materiais de base puxaram o crescimento, com alta de 2,1% em relação a agosto de 2017. Na comparação com julho, houve alta de 1,2%. Os materiais de acabamento tiveram queda de 1,6% em relação a 2017. 

Capital - O empresário Edison Lobão Filho deu uma força ao senador Roberto Rocha (PSDB) para que este traga de volta ao ar sua emissora Rádio Capital, que está muda desde o ano passado. Com a migração da Difusora, da faixa AM para FM, o que se efetivará segunda-feira (17), equipamentos de estúdio e transmissores serão doados à ex-concorrente, porque, com a migração, a faixa 680 será ser devolvida ao Ministério das Comunicações, que vai transferi-la para empresas de telefonia. 

Porto - O Terminal Marítimo de Ponta da Madeira, da Vale, em São Luís, registrou maior movimentação de cargas no primeiro semestre deste ano em relação ao mesmo período de 2017. Os dados fazem parte do Relatório Semestral de Movimentação de Cargas elaborado pela Associação de Terminais Portuários Privados (ATP). Segundo a entidade, o Porto de Santos (SP) aparece em segundo lugar, seguido por Tubarão (ES), Itaguaí (RJ) e Paranaguá (PR). O setor portuário privado obteve crescimento de 1,5%. 

Na abertura da Feira do Comércio e da Indústria de Imperatriz (Fecoimp),
Ted Lago (Emap), Guilherme Maia (ACII), o vice-governador Carlos
Brandão, Edilson Baldez (Fema) e Expedito Júnior (Seinc)
Pasep - Trabalhadores da iniciativa privada nascidos em setembro e funcionários públicos com inscrição no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) final 2 já podem sacar o abono salarial referente a 2017. O recurso do Programa de Integração Social (PIS) e do Pasep está 28 de junho de 2019. 

Cultura - O Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) está participando da segunda edição do Ilha Cultural, vento voltado para educação, música e arte em geral, que se estende até esta sexta-feira (14), no Shopping da Ilha. Neste último dia, o Senac oferecerá aos participantes a Aula-Show de Pão de Rosas Recheado e Coquetéis e Smothies para Eventos, oportunizando o compartilhando conhecimento e a geração de renda aos interessados em ter uma alternativa autônoma de trabalho. 

Aguardente - O setor de cachaça faturou mais de R$ 10 bilhões ano passado, e somente com exportações para mais de 60 países, foram 8,74 milhões de litros gerando receita de US$ 15,80 milhões. Os números representam crescimento de 13,43% em termos de valor e 4,32% em volume em comparação a 2016. No Dia Nacional da Cachaça, lembrado ontem (13), o diretor do Instituto Brasileiro da Cachaça (Ibrac), Carlos Lima, disse que o esforço agora é para mudar a tributação a fim de reduzir a carga de impostos.

Nenhum comentário: