13 de set de 2018

Contratações do crédito agrícola para a safra 2018/2019 ultrapassam R$ 34 bilhões, diz Ministério da Agricultura

GIRO ECONÔMICO

As contratações de crédito agrícola, no primeiro bimestre do Plano Agrícola e Pecuário 2018/19, tiveram acréscimo de 45%, na comparação com o mesmo período da safra passada atingindo R$ 34,1 bilhões, com 139.155 operações. Os números fazem parte do levantamento realizado mensalmente pelo Departamento de Crédito e Estudos Econômicos da Secretaria de Política Agrícola e estão disponíveis no Portal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). 

Entre os recursos liberados R$ 20,8 bilhões foram destinados para operações de custeio, o que representa um aumento de 35%, o maior desembolso dos últimos cinco anos. Na safra 2014/15, foram R$ 25,5 bilhões; em 2015/16, foram R$ 26,6 bilhões; na safra seguinte, R$ 19,5 bilhões; e na safra passada, R$ 23,6 bilhões.

Dentre os principais programas de financiamento, o PCA (Programa de Construção e Ampliação de Armazéns) teve aumento de 141%, por conta do incentivo para implantação de estruturas com capacidade de até 6 mil toneladas, a taxas de juros de 5,25% ao ano. Já o Moderfrota (Programa de Modernização da Frota de Tratores Agrícolas e Implementos) teve desempenho 55% superior ao da safra passada. 

Empresárias - Numa iniciativa do Conselho da Mulher Empresária da Associação Comercial do Maranhão, será realizado dia 10 de outubro, no Blue Tree Hotel, no bairro do Calhau, em São Luís, o XVI Forum da Mulher Empresária, evento voltado para estimular uma maior participação do público feminino no mundo dos negócios. A principal palestrante será a empresária Chieko Aoki, presidente da rede Blue Tree, considerada uma das mulheres mais influentes do país pelos seus investimentos no setor de turismo. 

Soluções - O Maranhão é um dos estados brasileiros com maiores problemas em todos os setores – Educação, Saúde, Infraestrutura etc – alguns deles resistindo há décadas, mas nada como uma campanha eleitoral para que sejam apontadas soluções imediatas. Nas pregações de todos os candidatos ao Governo não há um problema sequer que resista a uma intervenção do poder público em curto prazo de tempo, no máximo quatro anos. É aguardar o que nos reserva o novo ocupante do Palácio dos Leões. 

Marcelo Brasil (E), do Grupo Potiguar, apresenta nesta quinta-feira (13), 

a partir das 08h30, no Pitch CDL, na Câmara dos Dirigentes Lojistas, no 
Centro Histórico, o case de sucesso da sua empresa. No registro, com 
Tatiana Casarini e Alexandre Guimarães, da Portbello, recebendo 
premiação em evento na cidade de São Paulo 
Repasses - Vem aí mais um estímulo a demarcações de terras indígenas: estados e municípios que abrigam unidades de conservação da natureza ou terras indígenas demarcadas receberão fatia maior do FPE e do FPM, segundo projeto do senador Acir Gurgacz (PDT-RO), pronto para votação em plenário. 

Difusora - A partir de segunda-feira (17), os amantes de rádio AM terão uma opção a menos, pois, além da Capital (1.180), fora do ar desde 2017, deixará de ser sintonizada a Difusora (680), que está migrando para a faixa de Frequência Modulado, com o nome Nova FM (93,4). Com a mudança, a emissora será obrigada a devolver o sinal de AM ao Ministério das Comunicações a fim de ser ocupado por empresas de telefonia. Ficam como opções, a Educadora (560), Mirante (600), Timbira (1.290) e São Luís (1.340) 

Homenagem - A Assembleia Legislativa vai homenagear, dia 19, o empresário Antônio Oliveira Junior, do Grupo Excellence Buffet, com a sua maior honraria, a Medalha do Mérito Legislativo Manuel Beckman. A distinção é um reconhecimento ao seu trabalho, que tem contribuído para a geração de emprego e renda para a população e o crescimento do estado, onde atua há 30 anos. “Sinto-me orgulhoso com essa homenagem, pois é um reconhecimento à minha contribuição ao crescimento do Maranhão”, diz o homenageado.

Nenhum comentário: