20 de out de 2018

Atos contra candidatura de Jair Bolsonaro neste sábado são marcados por protestos contra a discriminação

Contra Bolsonaro, simpatizantes de Haddad protestam contra homofobia
O site do Partido dos Trabalhadores (PT) fez ampla cobertura sobre os atos de repúdio ao candidato a presidente da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, e contra o fascismo e a favor da democracia, pelos direitos humanos e em defesa da liberdade de expressão.

Houve críticas às declarações do presidenciável consideradas ofensivas às mulheres, aos homossexuais e negros, que estavam presentes em faixas de diversas cores e tamanhos: “A gente quer um país para todas e todos”, “Mais amor e menos ódio”, “Mulheres contra o machismo, o racismo e a homnofobia” e “Marielle, presente”, uma referência à vereadora do Rio de Janeiro, Marielle Franco assassinada em 14 de março, podiam ser vistas na manifestação.

Mulheres justificam porque são a favor de Fernando 
Haddad e contra Jair Bolsonaro nos atos deste sábado
Em São Luís, a manifestação foi feita na Praça dos Crataeiros, ao lado da Casa do Maranhão, no Centro Histórico, e neste domingo (21), o candidato Fernando Haddad participa de uma caminhada, ao lado do governador Flávio Dino (PCdoB), no bairro do Anil.

O ato é organizado por movimentos de mulheres de distintos segmentos, entre eles Mulheres Unidas contra Bolsonaro. Já para o domingo (21) estão programadas manifestações em todo país contra o comunismo e o retorno do PT à presidência. Leia mais em MARANHÃO HOJE.

Nenhum comentário: