24 de out de 2018

Fortalecimento do Senai pode contribuir para promover o desenvolvimento dos estados da região Nordeste

GIRO ECONÔMICO

A Associação Norte Fortes, formada pelos presidentes das federações de indústrias da região nordestina, reelegeu, sexta-feira (19), sua diretoria para mais dois anos. Amaro Sales de Araújo (Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte - Fiern) continua na presidência, enquanto Edison Baldez (Fiema) é vice-presidente secretário. No encontro foi debatido ainda um plano de trabalho para fortalecimento do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), que será apresentado na próxima reunião da entidade, que será realizada dia 27 de novembro, em Brasília (DF). 

O objetivo é fortalecer as competências de cada unidade do Senai no Nordeste e, com isso, ampliar a oferta de serviços tecnológicos para apoiar o desenvolvimento das empresas industriais, especialmente às da região foi a proposta anunciada na 15ª Reunião Ordinária da Associação Nordeste Forte, realizada na última sexta-feira (19), em Salvador (BA).

Do Maranhão, além de Edilson Baldez, participou da reunião o diretor regional do Senai, Marco Antonio Moura da Silva. A programação do encontro incluiu também uma visita técnica às instalações do Senai Cimatec. 

Empregos - Apenas três segmentos – Indústria de Transformação (-53), Serviços Industriais de Utilidade Pública – Siup (-26) e Administração Pública (-36) – tiveram desempenho negativo na geração de empregos no Maranhão em setembro, cujo saldo foi de 1.729 postos de trabalho preservados. O melhor resultado foi de Serviço (1.048), seguido de Comércio (560), Construção Civil (171), Agropecuária (56) e extração mineral (09). O saldo do anos de 11.251 empregos mantidos e dos últimos 12 meses, 10.537. 

Empréstimo - Até o fim do mês, servidores públicos contarão com vantagens e benefícios em crédito e investimentos na Caixa Econômica Federal. Os pacotes de ofertas incluem condições especiais em crédito consignado, Crédito Direto Caixa com taxas diferenciadas para quem levar o salário para a instituição, isenção de anuidade e bonificação extra de pontos para cartão de crédito, isenção de cesta de serviços por até um ano na conta corrente e Fundos de Investimento Caixa com aplicação inicial reduzida. 

Edilson Baldez (segundo à esquerda) foi eleito vice-presidente 
da Associação Nordeste Forte, composta pelos presidentes das 
federações das indústrias da região, no encontro realizado 
sexta-feira (19), em Salvador (BA)
Correios - O Ministério do Trabalho e os Correios assinaram acordo de cooperação técnica para a emissão de Carteiras de Trabalho e Previdência Social (CTPS). A iniciativa permitirá que trabalhadores recebam o documento em agências dos Correios. 

Apoio - O candidato do PSL a presidente Jair Bolsonaro (PSL) recebeu, segunda-feira (22), apoio de representantes das associações da Indústria Química (Abiquim), Máquinas e Equipamentos (Abimaq), Comércio Exterior do Brasil (AEB), Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) e da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), além de Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), Instituto Aço Brasil e Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), que representam 32% do PIB nacional. 

Boi Vivo - O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) informou nesta segunda-feira (22) que o Brasil exportará gado vivo ao Irã. Desde 2014, o Departamento de Saúde Animal do Ministério negocia com os iranianos a abertura deste mercado, que tem potencial de comprar pelo menos 100 mil cabeças de bovinos por ano. A aprovação do CZI (Certificado Zoossanitário Internacional), que permite o embarque dos animais, foi comunicada pela Organização Veterinária do Irã ao Departamento de Saúde Animal.

Nenhum comentário: