18 de out de 2018

R$ 2 milhões do dinheiro desviado da Saúde na gestão de Ricardo Murad eram para pagar jornalistas e blogueiros

Pelo menos R$ 2 milhões do dinheiro desviado da Secretaria Estadual da Saúde entre 2011 e 2013, período em que Ricardo Murad (PRP) era o titular da pasta, teriam sido usados para pagamento de propinas a diversos jornalistas e blogueiros, muitos deles hoje ferrenhos críticos da gestão alvo da investigação deflagrada pela Polícia Federal, que resultou na prisão do ex-secretário Ricardo Murad (foto).

Os pagamentos de propinas a esses "comunicadores sociais" eram feitos via uma empresa sediada em Imperatriz, que seria controlada pelo deputado e médico Antônio Pereira (DEM), um dos reeleitos na eleição deste ano. Todos os identificados deverão prestar depoimentos à equipe da PF, a partir desta sexta-feira (19) e ainda não se sabe quais serão as consequências dessas apurações, já que alguns podem alegar desconhecimento da origem do dinheiro, o que não os inocenta de prática ilegal, já que recebiam sem contrato, sem expedição de nota fiscal, ou seja, pelo menos sabiam que era dinheiro ilegal.

Ricardo Murad não se encontrava em sua residência quando os agentes da Polícia Federal foram até seu endereço na manhã desta quinta-feira (18), mas ele se apresentou antes do meio-dia na sede da corporação, no bairro da Cohama, onde presta depoimento e deverá ser transferido para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde deverá ficar até o prazo da temporária, expedida pela pela 1ª Vara Criminal Federal da Seção Judiciária do Maranhão. Leia reportagem em MARANHÃO HOJE.

Nenhum comentário: