8 de nov de 2018

Inflação no setor da construção civil desacelera, segundo pesquisa divulgada nesta quarta-feira pelo IBGE

GIRO ECONÔMICO

A inflação da construção civil desacelerou no mês de outubro, mas o índice acumulado em 12 meses cresceu. O dado, medido pelo Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), foi divulgado nesta quarta-feira (07) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O indicador teve variação de 0,43% em outubro, percentual 0,02 ponto percentual inferior à alta registrada em setembro. Em outubro de 2017, a inflação foi de 0,16% Com o resultado de outubro, a soma da inflação da construção civil em 12 meses chegou a 4,61%.

No período de 12 meses que terminava em setembro, esse total era de 4,33%. O custo nacional da construção civil chegou a R$ 1.108,75 por metro quadrado em outubro, sendo R$ 574,70 relativos aos materiais de construção, e R$ 543,05, à mão de obra contratada. A inflação para os materiais foi de 0,69%, enquanto a da mão de obra ficou em 0,16%.

O índice que acompanha os preços da construção teve sua maior variação na Região Norte, com alta 1,83%. No Pará, a variação mensal chegou a 3,16%, e em Tocantins, a 2,09%. Segundo o IBGE, o resultado nesses dois estados se deve aos reajustes previstos nas convenções coletivas de trabalhadores.

Cachaça - A destilaria do empresário Jorge Fortes, em Vargem Grande, está a todo vapor com o processo de industrialização da cachaça Capotira com a safra de cana deste ano. Até dezembro, a expectativa é produzir 40 mil litros da aguardente, nas versões Ouro e Prata. O volume corresponde a um aumento de 100% do obtido em 2017, e a estratégia agora é abrir novos pontos de vendas do produto, que, por ser de linha mais nobre, tem um preço acima das cachaças industrializadas e de maior apelo popular.

Premiação - A Companhia Energética do Maranhão (Cemar) realiza no último sábado deste mês o próximo sorteio da promoção “Muito Melhor Pra Você Ficar em Dia”, voltada para premiar clientes que estiverem em dia com suas contas de energia. O primeiro sorteio, realizado em outubro, premiou Raimundo Nonato da Silva, de Lajeado Novo, com uma motocicleta, além de outros sete, contemplados com geladeiras, televisores e aparelhos celulares. Desde setembro, quando a promoção foi lançada, mais de 40 mil já se cadastraram.

Ana Carolina Novais, Marcelo Danilo Carvalho e Paulo Vítor Macedo
participaram da IV Olimpíada GeoBrasil 2018, composta pela
 IV Olimpíada Brasileira de Geografia e II Olimpíada Brasileira
de Ciências da Terra, em Brasília. 

Combustível - A Petrobras anunciou nesta quarta-feira (07) a redução de 0,48% no preço da gasolina em suas refinarias. O litro do combustível, que hoje é vendido a R$ 1,7165, passará a ser negociado a R$ 1,7082 a partir desta quinta (08), uma redução de menos de um centavo por litro.

Correios - Os Correios colocaram em circulação nesta terça-feira (06) a emissão especial “Série América: Animais Domésticos”, composta por 30 selos que apresentam as melhores fotos de animais de estimação – pets de funcionários da empresa. O tema Animais Domésticos foi definido para emissão de selo postal em 2018 pela União Postal das Américas, Espanha e Portugal – UPAEP, da qual os Correios são membro. A empresa realizou um concurso interno com os empregados, que enviaram fotos de seus pets.

Aeroportos - O governo federal vai conceder 12 aeroportos para a iniciativa privada, conforme decisão publicada no Diário Oficial da União da última segunda-feira (05) pelo Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos da Presidência da República. Do Nordeste, serão privatizados os aeroporto Gilberto Freyre (Recife-PE), Zumbi dos Palmares (Maceió-AL), Santa Maria (Aracaju – SE), Presidente Castro Pinto (João Pessoa – PB), Orlando Bezerra de Menezes (Juazeiro do Norte – CE) e João Suassuna (Campina Grande – PB).



Nenhum comentário: