29 de dez de 2018

Deputados maranhenses devem boicotar posse de Jair Bolsonaro para prestigiarem a do governador Flávio Dino

Deputados Weverton Rocha, Rubens Júnior e Zé Carlos 
devem boicotar posse do presidente Jair Bolsonaro, 
na próxima terça-feira, em Brasília
Pelo menos dois deputados federais pelo Maranhão - Zé Carlos (PT) e Rubens Júnior (PCdoB) - já estão confirmados como ausentes na solenidade de posse do novo presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), na próxima terça-feira (1° de janeiro), em Brasília (DF). As legendas de ambos os parlamentares, além do PSOL, comunicaram nesta sexta-feira (28) que irão boicotar a solenidade no Congresso Nacional.

A lista deve se estender, pois, embora ainda não haja confirmação, tampouco haja posição dos seus partidos, os deputados Eliziane Gama (PPS) e Weverton Rocha (PDT), ambos eleitos senadores na chapa do governador Flávio Dino (PCdoB), deverão permanecer no Maranhão a fim de prestigiar a porte do reeleito, marcada para o mesmo horário da troca de comando no governo federal. Deve seguir esta mesma orientação, Julião Amin (PDT), mas outros, mesmo eleitos na chapa de Dino, devem participar da posse de Bolsonaro.

Os demais deputados federais pelo Maranhão são Aloísio Mendes (Podemos), André Fufuca (PP), Cleber Verde (PRB), Júnior Marreca (PEN), Juscelino Filho (DEM), Hildo Rocha (MDB), João Marcelo (MDB), Luana Costa (PSC), Pedro Fernandes (PTB), Sarney Filho (PV), Victor Mendes (MDB), Waldir Maranhão (PSDB) e Zé Reinaldo (PSDB).

Quanto aos senadores, é quase certa as presenças dos três representantes do Maranhão: Edison Lobão (MDB), João Alberto (MDB) e Roberto Rocha (PSDB). Leia reportagem em MARANHÃO HOJE.

Nenhum comentário: