31 de dez. de 2018

Moradores da Península da Ponta d´Areia padecem com poluição sonara de bares e eventos em datas festivas

Moradores da Península da Ponta d´Areia, uma das áreas de metro quadrado mais caro de São Luís, padecem com a poluição sonora, que é uma constante nos últimos anos e se torna mais intensa em períodos de datas festivas, como o Réveillon.

Segundo um residente do bairro, os mais atingidos são os moradores da Rua do Azeite, onde funciona um bar que utiliza som exagerado, perturbando a paz dos vizinhos, impedindo-os não só do descanso na hora de dormir, mas até mesmo de assistir a televisão ou mesmo receber amigos.

Um desses moradores entrou com uma ação na Justiça contra o estabelecimento, tendo o juizado da 9ª Vara Cível concedido liminar em seu favor, porém a decisão foi derrubada pelo desembargador Luiz Gonzaga Almeida Filho. Como ainda falta julgar o mérito, os moradores perguntam se vai prevalecer até lá, ou depois do julgamento, a Lei do Silêncio, que impõe limites a uso de decibéis em áreas residenciais e horário para uso de sistema de som.

A situação torna-se ainda mais preocupante com o anúncio da programação do Réveillon Sunrise, que será realizado no Iate Clube. De acordo com os organizadores, será o mais animado e o mais duradouro da cidade, com mais de dez horas de festa, ou seja, muito desassossego na chegada do ano novo.

Nenhum comentário: